Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

05 de novembro de 2013, 12h04

Dilma assina decreto que visa segurança na comunicação do governo visando segurança do Estado

Finalmente, a segurança da comunicação do Estado entra na ordem do dia. Obrigada, Obama.

Agora só falta romper contrato com a empresa que faz parte da agência de espionagem estadunidense e que monitora a Amazônia conforme denunciado por Sérgio Amadeu aqui


Aprenda SESAB, Aprenda Jacques Wagner

Por Bertoni, Blogoosfero

05/11/2013

A presidenta Dilma Rousseff assinou decreto, publicado no Diário Oficial da União em 05/11/2013, autorizando a criação do sistema de e-mail exclusivo do governo federal com o objetivo de ssegurar a inviolabilidade de mensagens oficiais e prevenir espionagem.

O texto do decreto é bem didático e deveria ser estudado e aprendido por todos os governos estaduais, principalmente aqueles que fazem licitações para a contratação de apenas um determinado serviço de uma determina empresa transanacional sabidamente participante dos esquemas de espinagem do governo norteamericano.

Já em seu artigo 1º  o decreto establece claramente que “As comunicações de dados da administração pública federal direta, autárquica e fundacional deverão ser realizadas por redes de telecomunicações e serviços de tecnologia da informação fornecidos por órgãos ou entidades da administração pública federal, incluindo empresas públicas e sociedades de economia mista da União e suas subsidiárias”

E para que ninguém tenha dúvidas o mesmo decreto estabelece em seu artigo 2º  que“Com vistas à preservação da segurança nacional, fica dispensada a licitação para a contratação de órgãos ou entidades da administração pública federal, incluindo empresas públicas e sociedades de economia mista da União e suas subsidiárias, para atendimento ao disposto no art. 1º”.

A SESAB e o Governo Jacques Wagner poderiam aprender com a presidenta da República ou, pelo menos, copiá-la em sua decisão patriótica.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum