Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

17 de novembro de 2014, 12h57

Repórter fotográfica, Marlene Bergamo, agredida durante a Marcha fascista na Paulista

A premiada repórter fotográfica Marlene Bergamo, bicampeã do Troféu Mulher Imprensa, com fotos expostas no Museu Stedelijk (Holanda), Museu Ludwig (Alemanha) e durante a PHotoEspaña Festival Fotografia, em Madri, foi covardemente agredida quando fotografava a marcha fascista do dia 15 de novembro na Paulista.

A denúncia foi feita por sua irmã que postou o vídeo do momento da agressão em seu Facebook:

marlene-bergamo

A direita reacionária não é coibida pela polícia militar, pode agredir, espancar que prosseguirá impune?

O governo do estado de São Paulo deveria ser processado por não garantir nem a segurança dos profissionais da imprensa.

No vídeo abaixo o momento onde ela é agredida.

No facebook, a denúncia que um dos agressores possivelmente usava soco inglês.
soco- ingles