Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

25 de novembro de 2012, 19h19

Rádio Rede Brasil Atual: Enquanto PP é cogitado pra Habitação sem teto é baleado em ocupação

Sem teto são baleados em ocupação no centro de São Paulo

Da Rádio Rede Brasil Atual

25/11/2012

Uma madrugada de terror. Esse é o relato dos sem teto que ocuparam um prédio na rua Riachuelo, no centro da capital paulista por volta das 2h30 deste sábado, 24. Eles foram recebidos à bala pelos seguranças do imóvel, que se identificaram como policiais, segundo a coordenadora da ocupação, Maria Aparecida Pontes, a dona Cida, da Federação de Entidades Pró Moradia do Brasil . Quatro pessoas foram baleadas e mais sete ficaram feridas. Uma mulher de 62 anos continua internada em estado grave, segundo dona Cida.

Leia também:

Por quem dobram os sinos na escolha da direção da Sehab e da Cohab em São Paulo

Rafael Jesus: É inadmissível que um governo petista reabilite o PP do Maluf na cidade de São Paulo

Maria Cecília Sampaio que dirige a Habinorte afirma: “para ser cidadão em SP tem que pagar!”

Incêndio da favela Moinho: “A culpa é do Kassab”

INCÊNDIO EM FAVELAS? ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

Serra desativou projeto implantado por Marta Suplicy de prevenção e controle a incêndios em favelas de SP

Luan Luando: A favela não precisa de polícia, precisa de saúde, educação, qualidade de vida

Álbum de fotografias dos incêndios de 2012

Até que enfim o MP de São Paulo começa a investigar a série de incêndios na cidade!

Manifesto da Pastoral da Juventude em apoio à candidatura de Haddad a Prefeito de SP

Mano Brown: Serra, Kassab, Alckmin: “O bisavô e tataravô deles foram os mesmos que escravizaram os nossos bisavós e tataravôs

_____________
PUBLICIDADE

ReproduzirReproduzir
Veja também:  Fantasmas de massacre no Haiti assombram generais do governo Bolsonaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum