18 de maio de 2018, 15h53

Boeing 737 cai logo após decolar em Cuba e presidente fala em grande número de vítimas

Segundo informações de Miguel Díaz-Canel, estavam a bordo 113 pessoas, entre passageiros e tripulação, que iam de Havana até Holguín, no leste do país

Foto: Wikimedia Commons

Um avião de passageiros, modelo Boeing 737, da companhia Cubana de Aviación, caiu nesta sexta-feira (18), próximo a Havana, pouco depois de decolar do aeroporto José Martí, na capital, de acordo com informações de meios de comunicação cubanos. O presidente Miguel Díaz-Canel afirmou que estavam a bordo 113 pessoas, entre passageiros e tripulação, que iam em direção a Holguín, uma cidade de 350 mil habitantes, no leste de Cuba.

Díaz-Canel fala em um grande número de vítimas. A aeronave era da Cubana de Aviación, mas, segundo a emissora CubaTV, era arrendada da empresa italiana Blue Panorama. A rede norte-americana CNN divulgou que uma enorme bola de fogo foi vista depois que o avião caiu.