Imprensa livre e independente
12 de abril de 2019, 18h14

Bolsa despenca mais de 8% após intervenção de Bolsonaro na Petrobras

De acordo com dados preliminares, as ações ordinárias da empresa caíram 8,76%, enquanto as preferenciais recuaram 8,36%

Foto: Agência Brasil
O governo de Jair Bolsonaro interferiu em decisão da Petrobras e fez com que a bolsa paulista despencasse. O principal indicador fechou, nesta sexta-feira (12), em baixa, pressionado pela forte queda da Petrobras. A empresa tinha desistido de elevar o preço do diesel em suas refinarias, atendendo à intervenção do governo. O Ibovespa terminou o último pregão da semana com queda de 1,98%. De acordo com dados preliminares, as ações ordinárias da Petrobras caíram 8,76%, negociadas abaixo de R$ 30 por papel. Já as preferenciais recuaram 8,36%, perto de R$ 25 por ação. O recuo na decisão da Petrobras sobre...

O governo de Jair Bolsonaro interferiu em decisão da Petrobras e fez com que a bolsa paulista despencasse. O principal indicador fechou, nesta sexta-feira (12), em baixa, pressionado pela forte queda da Petrobras. A empresa tinha desistido de elevar o preço do diesel em suas refinarias, atendendo à intervenção do governo.

O Ibovespa terminou o último pregão da semana com queda de 1,98%. De acordo com dados preliminares, as ações ordinárias da Petrobras caíram 8,76%, negociadas abaixo de R$ 30 por papel. Já as preferenciais recuaram 8,36%, perto de R$ 25 por ação.

O recuo na decisão da Petrobras sobre o preço do diesel provocou dúvidas em relação à independência da empresa no que diz respeito à política de reajustes de combustíveis.

Veja também:  Nas entrelinhas da carta bomba

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum