Imprensa livre e independente
23 de março de 2019, 08h34

Bolsonaro censura informações sobre suposto uso inédito de carros blindados nos EUA

Dois dias após solicitação da Fórum, o governo alegou que dados sobre precedência, custo e motivações para locação de veículos em território norte-americano colocariam em risco a segurança do presidente

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República se recusou a responder questionamentos da Fórum sobre possível contratação de carros blindados para a locomoção de Jair Bolsonaro (PSC) nos Estados Unidos, entre os dias 16 e 19 de março. A partir de informações recebidas pela Fórum de que a exigência do presidente seria inédita para um chefe de Estado brasileiro no exterior e teria custado US$ 50 mil, a Secretaria Especial de Comunicação Social do governo foi acionada para responder sobre a procedência da informação, o custo e as motivações para o suposto uso de veículos blindados pela comitiva...

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República se recusou a responder questionamentos da Fórum sobre possível contratação de carros blindados para a locomoção de Jair Bolsonaro (PSC) nos Estados Unidos, entre os dias 16 e 19 de março.

A partir de informações recebidas pela Fórum de que a exigência do presidente seria inédita para um chefe de Estado brasileiro no exterior e teria custado US$ 50 mil, a Secretaria Especial de Comunicação Social do governo foi acionada para responder sobre a procedência da informação, o custo e as motivações para o suposto uso de veículos blindados pela comitiva presidencial.

Mais de dois dias depois à formalização das perguntas por e-mail, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República informou que deixaria de se manifestar sobre a demanda, alegando que “as informações que puderem colocar em risco à segurança do presidente e do vice-presidente da República e respectivos cônjuges e filhos (as)” são classificadas como “reservadas” e devem ser mantidas “sob sigilo até o término do mandato em exercício ou do último mandato, em caso de reeleição”.

Veja também:  Bom para demonizar a esquerda, mas estúpido para santificar o mercado

O argumento foi embasado em dispositivo ao Art.24 da Lei 12.527, de 18 de novembro de 2011.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum