07 de dezembro de 2018, 09h30

Bolsonaro chama filho Carlos de pitbull: “Se enganam os que creem que vão pensar em nos separar”

"Nossos laços vão muito além de algo comum", declarou Bolsonaro, afirmando que o filho tem mais acertos do que erros. "Carlos sempre foi e é decisivo nas nossas conversas".

Montagem

Em tuíte em comemoração ao aniversário do filho Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), nesta sexta-feira (7), o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) mandou uma indireta às recentes intrigas divulgadas em redes sociais. Chamando o filho, que é vereador no Rio de Janeiro, de “meu pitbull”, o capitão da reserva disse que se engana quem “pensa que irá nos separar”.

Leia também: Carlos Bolsonaro tem chilique no Twitter e diz a Julian Lemos para “parar de aparecer” atrás do pai

“Se enganam os que creem que irão nos separar. Nossos laços vão muito além de algo comum”, declarou Bolsonaro, afirmando que o filho tem mais acertos do que erros. “Carlos sempre foi e é decisivo nas nossas conversas”.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

 

Chamando o filho de “meu pitbull”, Bolsonaro diz que não é “muito bom com emoções expostas”, mas que fez questão de ser desta vez. “Meu pitbull, obrigado sempre por estar por perto, jamais querendo aparecer ou ter ganhos pessoais”, tuitou.

Mais novo dos três filhos políticos do presidente eleito, Carlos teve um chilique nesta quinta-feira (7) pelo Twitter, sugerindo ao deputado eleito e vice-presidente nacional do PSL, Julian Lemos (PSL/PB), para “parar de aparecer atrás dele por algum motivo como faz sempre!”.

Pelo Facebook, Lemos mandou várias indiretas a Carlos. Em uma delas, postou um vídeo ao lado de Jair Bolsonaro e escreveu “Na minha casa o que meu pai falava era respeitado, na minha casa eu aprendi honrar pai e mãe, só assim eu poderia ser feliz é ter paz(SIC)”.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais