Imprensa livre e independente
07 de novembro de 2018, 15h22

Bolsonaro confirma a extinção do Ministério do Trabalho

A declaração foi dada após almoço no STJ (Superior Tribunal de Justiça) com o presidente da corte, João Otávio de Noronha. No próximo dia 26 de novembro, a pasta completa 88 anos de existência.

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou na tarde desta quarta-feira (7) que realmente vai extinguir o Ministério do Trabalho. “O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério”, disse, sem dar mais detalhes. A declaração foi dada após almoço no STJ (Superior Tribunal de Justiça) com o presidente da corte, João Otávio de Noronha. No próximo dia 26 de novembro, a pasta completa 88 anos de existência. Em nota divulgada nesta terça-feira (6), o Ministério do Trabalho afirmou que o futuro do trabalho e suas múltiplas e complexas relações precisam de um ambiente institucional adequado para a sua...

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou na tarde desta quarta-feira (7) que realmente vai extinguir o Ministério do Trabalho. “O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério”, disse, sem dar mais detalhes.

A declaração foi dada após almoço no STJ (Superior Tribunal de Justiça) com o presidente da corte, João Otávio de Noronha. No próximo dia 26 de novembro, a pasta completa 88 anos de existência.

Em nota divulgada nesta terça-feira (6), o Ministério do Trabalho afirmou que o futuro do trabalho e suas múltiplas e complexas relações precisam de um ambiente institucional adequado para a sua compatibilização produtiva. “E o Ministério do Trabalho, que recebeu profundas melhorias nos últimos meses, é seguramente capaz de coordenar as forças produtivas no melhor caminho a ser trilhado pela Nação Brasileira”.

Veja também:  Milícia bolsonarista nas redes faz MBL perder mais de 50 mil seguidores

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum