14 de março de 2018, 11h47

Bolsonaro defende a criação de campo de refugiados para venezuelanos no Brasil

Pré-candidato do PSL à presidência retomou temas polêmicos e defendeu a construção de campos de refugiados para venezuelanos: “Já temos problemas demais aqui”, afirmou

Bolsonaro: “Primeiro, via Parlamento, revogar essa lei de imigração aí. Outra, fazer campo de refugiados” – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após adotar um discurso menos contundente, com o objetivo de atrair o mercado, o pré-candidato do PSL à presidência, deputado federal Jair Bolsonaro, voltou com tudo aos temas polêmicos. Em entrevista a Constança Rezende, do Estado de S.Paulo, ele afirmou que deseja que a Lei de Imigração, considerada por especialistas como uma das mais avançadas do mundo, seja revogada

“Primeiro, via Parlamento, revogar essa lei de imigração aí. Outra, fazer campo de refugiados. Outra: em vez de esperar passar o vexame do (Nicolás) Maduro expulsar os nossos embaixadores, já era para ter chamado há muito tempo e tomado outras decisões econômicas contra a Venezuela”, destacou.

“Já temos problemas demais aqui”, ressaltou, que concedeu entrevista em um quiosque no Posto 4 da Barra da Tijuca, perto de sua casa, no Rio de Janeiro. Mesmo filiado a um partido com poucos recursos, Bolsonaro disse que está “muito satisfeito” com a estimativa de que poderá gastar até R$ 3 milhões na campanha ao Planalto.