Imprensa livre e independente
22 de fevereiro de 2019, 07h42

Bolsonaro demitirá ministro do Turismo se denúncia for comprovada, acredita Mourão

Na segunda-feira (18) Bolsonaro demitiu Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência da República. Presidente nacional do PSL, Bebianno assinou atos que liberaram recursos para candidatas laranjas

Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (Foto: Gustavo Messina/MTur)
O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou acreditar que o presidente Jair Bolsonaro vai demitir o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, caso se comprove a denúncia sobre as candidaturas laranja do PSL em Minas Gerais, informa O Globo. “Sobre o ministro do Turismo, eu creio que a solução é a que eu já falei: uma vez comprovada que as denúncias são consistentes e que realmente ocorreu o fato, acho que o presidente vai demiti-lo”, afirmou Mourão. Na segunda-feira (18) Bolsonaro demitiu Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência da República. Presidente nacional do PSL, Bebianno assinou atos que liberaram recursos para candidatas...

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou acreditar que o presidente Jair Bolsonaro vai demitir o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, caso se comprove a denúncia sobre as candidaturas laranja do PSL em Minas Gerais, informa O Globo.

“Sobre o ministro do Turismo, eu creio que a solução é a que eu já falei: uma vez comprovada que as denúncias são consistentes e que realmente ocorreu o fato, acho que o presidente vai demiti-lo”, afirmou Mourão.

Na segunda-feira (18) Bolsonaro demitiu Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência da República. Presidente nacional do PSL, Bebianno assinou atos que liberaram recursos para candidatas laranjas.

A crise gerada pela denúncia, seguida pela fritura pública de Bebianno por um dos filhos do presidente, Carlos Bolsonaro, que teve o endosso de Jair, culminaram na queda do ex-ministro.

A matéria de ressalta que o ministro do Turismo se reuniu com Bolsonaro na quarta (20) e o Planalto não informou o tema da reunião. Um encontro que ele teria com Mourão na sequência foi cancelado.

Veja também:  “Se preciso a polícia tem que entrar em universidades”, diz ministro da Educação

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum