19 de novembro de 2018, 18h45

Bolsonaro diz que dará “cartão vermelho” à chefe do Enem e que vê “marxismo” na Educação

Pelas redes sociais, Bolsonaro já havia feito críticas ao exame e disse que quer ter conhecimento prévio do conteúdo das questões em 2019.

Foto: Reprodução

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (19) que dará “cartão vermelho” à presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), Maria Inês Fini, que é responsável pelas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Essa aí não esteve à frente da prova do Enem [Exame Nacional do Ensino Médio]? É cartão vermelho, não tem nem amarelo”, respondeu, em entrevista concedida em frente à sua casa.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Pelas redes sociais, Bolsonaro já havia feito críticas ao exame e disse que quer ter conhecimento prévio do conteúdo das questões em 2019.

“Essa prova do Enem, vão falar que eu estou implicando. Agora pelo amor de Deus. Esse tema da linguagem ‘particulada’, aquelas pessoas, o que isso tem a ver? Vai estimular a molecada a se interessar por isso agora. No ano que vem, pode ter certeza, não vai ter questão dessa forma. Nós vamos tomar conhecimento da prova antes”, disse, sobre questão que relata um discurso da comunidade LGBT.

Em relação ao Ministério da Edcuação, o capitão disse, também nesta segunda-feira, que “há um marxismo lá dentro que trava o Brasil”.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais