Seja Sócio Fórum
22 de março de 2019, 18h19

Bolsonaro diz que Maia se comporta como uma namorada que quer ir embora

“Você já teve uma namorada? E quando você quis ir embora o que você fez para ela voltar? Não conversou? Estou à disposição para conversar com Rodrigo Maia”, disse o presidente

Foto: José Dias/PR/Agência Brasil
Ainda no Chile, Jair Bolsonaro declarou, nesta sexta-feira (22), que deseja tomar conhecimento da razão pela qual o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, resolveu se afastar da articulação política da reforma da Previdência. “Só conversando, né? Você já teve uma namorada? E quando você quis ir embora o que você fez para ela voltar? Não conversou? Estou à disposição para conversar com Rodrigo Maia, sem problema nenhum”, comparou. “Eu quero saber o motivo. Estou sempre aberto ao diálogo. Eu estou fora do Brasil, quero saber qual o motivo. Eu não dei motivo para ele sair”, afirmou. De acordo com informações...

Ainda no Chile, Jair Bolsonaro declarou, nesta sexta-feira (22), que deseja tomar conhecimento da razão pela qual o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, resolveu se afastar da articulação política da reforma da Previdência.

“Só conversando, né? Você já teve uma namorada? E quando você quis ir embora o que você fez para ela voltar? Não conversou? Estou à disposição para conversar com Rodrigo Maia, sem problema nenhum”, comparou.

“Eu quero saber o motivo. Estou sempre aberto ao diálogo. Eu estou fora do Brasil, quero saber qual o motivo. Eu não dei motivo para ele sair”, afirmou.

De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, Rodrigo Maia teria telefonado para Paulo Guedes, ministro da Economia, nesta quinta-feira (21), e avisado que deixaria a articulação política da reforma. A decisão teria sido tomada após publicação de post do filho do presidente, Carlos Bolsonaro, com críticas a ele.

Post do filho

Bolsonaro disse que o post de seu filho não deve ser o motivo da decisão de Maia. “Se essa foi a causa, acho que o Brasil todo está indignado com a demora da votação do projeto anticrime. Nós, no Brasil, não conseguimos viver com 60 mil homicídios por ano. Foi esse o motivo? Se foi esse o motivo, eu lamento. Não é motivo”.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum