21 de fevereiro de 2019, 09h35

Bolsonaro escala militares para o comando de Itaipu; ex-ministro de Temer será o diretor

General da Reserva e ex-ministro da Defesa do governo Michel Temer, Joaquim Silva e Luna foi nomeado diretor-geral brasileiro da hidrelétrica binacional

General Luna e Silva, ex-ministro de Temer, assume comando de Itaipu (Montagem/Agência Brasil)
General da Reserva e ex-ministro da Defesa do governo Michel Temer, Joaquim Silva e Luna foi escalado por Jair Bolsonaro como novo diretor-geral brasileiro da hidrelétrica Itaipu Binacional. O vice-almirante Anatalício Risden Júnior será o novo diretor financeiro executivo da empresa, segundo decreto publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (21). Em nota, a Itaipu Binacional destacou que Silva e Luna é o terceiro diretor com formação militar a ficar à frente da condução do lado brasileiro da empresa, que também tem o Paraguai como operador. O último militar brasileiro a dirigir Itaipu, de 1985 a 1990, foi Ney...

General da Reserva e ex-ministro da Defesa do governo Michel Temer, Joaquim Silva e Luna foi escalado por Jair Bolsonaro como novo diretor-geral brasileiro da hidrelétrica Itaipu Binacional. O vice-almirante Anatalício Risden Júnior será o novo diretor financeiro executivo da empresa, segundo decreto publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (21).

Em nota, a Itaipu Binacional destacou que Silva e Luna é o terceiro diretor com formação militar a ficar à frente da condução do lado brasileiro da empresa, que também tem o Paraguai como operador.

O último militar brasileiro a dirigir Itaipu, de 1985 a 1990, foi Ney Aminthas de Barros Braga. Ele havia sido precedido pelo general de Exército José Costa Cavalcanti, o primeiro diretor-geral brasileiro de Itaipu (1974-1985), que participou de todo o processo de construção da usina.

Com informações da Agência Reuters

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.