Imprensa livre e independente
14 de janeiro de 2018, 17h42

Bolsonaro gasta 39% a mais com voos pagos pela Câmara dos Deputados

Com a tentativa de viabilizar o seu nome para a eleição presidencial, o parlamentar do PSC aumentou seus gastos com passagens aéreas pagas com dinheiro público.

Com a tentativa de viabilizar o seu nome para a eleição presidencial, o parlamentar do PSC aumentou seus gastos com passagens aéreas pagas com dinheiro público. Da Redação* O deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro, viajou para Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral da Paraíba, para dar palestras, falar com eleitores em praças e conceder entrevistas para rádios locais no dia 8 de fevereiro do ano passado. “Hoje estou perdendo a sessão em Brasília. Gostaria de estar lá, mas para quem tem outras tem de estar muito bem preparado para aquele momento em 2018. Vale a pena tudo...

Com a tentativa de viabilizar o seu nome para a eleição presidencial, o parlamentar do PSC aumentou seus gastos com passagens aéreas pagas com dinheiro público.

Da Redação*

O deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro, viajou para Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral da Paraíba, para dar palestras, falar com eleitores em praças e conceder entrevistas para rádios locais no dia 8 de fevereiro do ano passado. “Hoje estou perdendo a sessão em Brasília. Gostaria de estar lá, mas para quem tem outras tem de estar muito bem preparado para aquele momento em 2018. Vale a pena tudo isso aí”, disse em entrevista à época.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

Com a tentativa de viabilizar o seu nome para a eleição presidencial, Bolsonaro aumentou seus gastos com passagens aéreas pagas com dinheiro público da Câmara dos Deputados. De acordo com o Estadão/Broadcast, nesta legislatura (entre 2015 e 2017), o parlamentar gastou 39% mais com passagens custeadas pela Câmara do que no período anterior (de 2011 a 2014): passou de R$ 261 mil para R$ 362 mil.

Veja também:  Premê comemora 40 anos de carreira com relançamento de obra completa

Os deslocamentos para outros estados do país aumentaram de 23 para 83 (2,3 por mês). Foram considerados somente os bilhetes em que Bolsonaro é o passageiro e pagos por meio da cota parlamentar. A um ano do fim do atual mandato, o deputado já se deslocou 351 vezes, ante 404 dos quatro anos anteriores.

Recentemente, Bolsonaro amargou uma intensa repercussão negativa na imprensa, após a Folha publicar reportagens relatando o patrimônio dele e dos filhos parlamentares, além do recebimento de auxílio-moradia mesmo tendo apartamento próprio em Brasília. Bolsonaro e seus três filhos que exercem mandato – Eduardo, Carlos e Flávio – são donos de 13 imóveis com preço de mercado de pelo menos R$ 15 milhões em pontos valorizados no Rio de Janeiro, como Copacabana, Urca e Barra da Tijuca, e de Brasília. O parlamentar chamou o jornal de canalha.

*Com informações do Estadão e do Brasil 247

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum