Imprensa livre e independente
05 de dezembro de 2017, 09h27

Bolsonaro grava vídeo com vereador que emprega sua ex-esposa. Veja aqui

Marassi é parlamentar em Resende, base eleitoral de Bolsonaro. Ana Cristina recebe 5.800 reais em salário para chefiar o gabinete do aliado de seu ex-marido

Marassi é parlamentar em Resende, base eleitoral de Bolsonaro. Ana Cristina recebe 5.800 reais em salário para chefiar o gabinete do aliado de seu ex-marido Da Redação* No dia 14 de novembro, o vereador de Resende (RJ), Renan Marassi divulgou em sua conta no Facebook, uma gravação ao lado de Jair Bolsonaro para agradecer o empenho de duas emendas, uma de 1 milhões de reais e outras de 200 000 reais, destinadas ao município do interior do Rio. Até ai, tudo bem, não fosse um pequeno detalhe. Marassi emprega Ana Cristina Valle, a ex-esposa de Bolsonaro. A revelação foi feita...

Marassi é parlamentar em Resende, base eleitoral de Bolsonaro. Ana Cristina recebe 5.800 reais em salário para chefiar o gabinete do aliado de seu ex-marido

Da Redação*

No dia 14 de novembro, o vereador de Resende (RJ), Renan Marassi divulgou em sua conta no Facebook, uma gravação ao lado de Jair Bolsonaro para agradecer o empenho de duas emendas, uma de 1 milhões de reais e outras de 200 000 reais, destinadas ao município do interior do Rio.

Até ai, tudo bem, não fosse um pequeno detalhe. Marassi emprega Ana Cristina Valle, a ex-esposa de Bolsonaro. A revelação foi feita pelo jornal O Globo no último domingo (3).

Marassi é parlamentar em Resende, base eleitoral de Bolsonaro. Ana Cristina recebe R$ 5.800 em salário para chefiar o gabinete do aliado de seu ex-marido.

O vídeo é só mais um detalhe de uma extensa ficha de casos de nepotismo na região envolvendo Bolsonaro que podem ser lidos em detalhes aqui.

*Com informações do Globo e da Veja

Foto: Reprodução

 

Veja também:  Roberto Justus quer Paulo Guedes para presidente e ataca Dilma: “Não contrataria para ser faxineira”

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum