Imprensa livre e independente
27 de outubro de 2018, 20h27

Bolsonaro teria recebido flores da família de Ustra, o torturador da ditadura

Informação é do rapaz que fez a entrega do buquê na casa de Bolsonaro no Rio de Janeiro; candidato do PSL tem Ustra, tido como um dos maiores torturadores da ditadura militar, como um "herói"

Reprodução/Facebook
O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), na véspera da votação do segundo turno das eleições, recebeu flores em sua residência na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro). O remetente: a família do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra – ao menos é o que disse o entregado ao jornal Folha de S. Paulo . O trabalhador que entregou as rosas brancas se limitou a dizer que as flores eram da “família Ustra”. Nenhum familiar do militar falecido em 2015 se pronunciou sobre a informação. Ustra foi reconhecido pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) como o maior torturador da ditadura militar....

O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), na véspera da votação do segundo turno das eleições, recebeu flores em sua residência na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro). O remetente: a família do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra – ao menos é o que disse o entregado ao jornal Folha de S. Paulo .

O trabalhador que entregou as rosas brancas se limitou a dizer que as flores eram da “família Ustra”. Nenhum familiar do militar falecido em 2015 se pronunciou sobre a informação.

Ustra foi reconhecido pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) como o maior torturador da ditadura militar. Com sessões de violência que envolviam inclusive estupro, o coronel foi um dos torturadores da ex-presidenta Dilma Rousseff. Bolsonaro, além de apoiar a tortura, por mais de uma vez, afirmou que tem Ustra como um “herói”.

Veja também:  Índice de suicídio entre jovens negros é 45% maior do que entre brancos

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum