Imprensa livre e independente
18 de fevereiro de 2019, 15h41

Boulos anuncia lançamento do filme “Marighella”, de Wagner Moura, em ocupação do MTST

O longa, que conta a história do guerrilheiro brasileiro que resistiu à ditadura militar, foi aplaudido de pé pela plateia

Foto: Reprodução
O líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) e ex-candidato à presidência pelo Psol, Guilherme Boulos, revelou, nesta segunda-feira (18), através de sua conta do Twitter, que conversou com o diretor e ator Wagner Moura. Os dois acertaram fazer o lançamento do filme “Marighella” no Brasil numa ocupação do MTST. Falei ontem com Wagner Moura, que reafirmou que o lançamento do “Marighella” no Brasil será numa ocupação do MTST. Vai ser histórico! — Guilherme Boulos (@GuilhermeBoulos) 18 de fevereiro de 2019 “Falei ontem com Wagner Moura, que reafirmou que o lançamento do ‘Marighella’ no Brasil será numa ocupação do...

O líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) e ex-candidato à presidência pelo Psol, Guilherme Boulos, revelou, nesta segunda-feira (18), através de sua conta do Twitter, que conversou com o diretor e ator Wagner Moura. Os dois acertaram fazer o lançamento do filme “Marighella” no Brasil numa ocupação do MTST.

“Falei ontem com Wagner Moura, que reafirmou que o lançamento do ‘Marighella’ no Brasil será numa ocupação do MTST. Vai ser histórico!”

O filme “Marighella”, o primeiro como diretor de Wagner Moura, estreou com sucesso no Festival de Berlim. O longa, que conta a história do guerrilheiro brasileiro que resistiu à ditadura militar, foi aplaudido de pé pela plateia.

 

Veja também:  Greve geral: Petroleiros paralisam atividades em oito estados e protestam contra desmonte na Petrobras

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum