02 de setembro de 2018, 16h20

Boulos: FHC menospreza capacidade de entendimento do povo

"FHC disse hoje na Folha que o povo brasileiro não tem a capacidade de "intelectuais e jornalistas" para "entender" que Alckmin é Temer. Seu cinismo e desprezo pelo povo superam qualquer limite. É o príncipe da "gente diferenciada", escreveu Boulos

Foto: Reprodução/TV Bandeirantes

Em seu perfil no Twitter, o candidato à presidência pelo Psol, Guilherme Boulos, comentou as declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso de que o PSDB não deve esconder a sua ligação com o governo Temer, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo neste domingo (2).

“FHC disse hoje na Folha que o povo brasileiro não tem a capacidade de “intelectuais e jornalistas” para “entender” que Alckmin é Temer. Seu cinismo e desprezo pelo povo superam qualquer limite. É o príncipe da “gente diferenciada”, escreveu Boulos em seu perfil no microblog.

Na entrevista para o jornal paulistano, o ex-presidente afirmou que Alckmin não precisa esconder o apoio tucano ao governo Temer:

“O povo não sabe, não se liga nisso. Uma coisa somos nós, intelectuais, jornalistas, que vivemos nesse meio. Para o povo, tem que mostrar como é o Geraldo. É uma fragilidade das instituições democráticas. O desempenho da personalidade, do líder, conta mais que os partidos”, disse FHC.