Imprensa livre e independente
21 de agosto de 2014, 18h36

#BrasilPerifa debate sistema prisional. Assista aqui

O rapper Dexter, Rodolfo Valente (Rede 2 de Outubro), a doutora em Criminologia Ana Gabriela Braga, o MC Raphael Calazans e Liz Guimarães, do Projeto Casa Viva, participam do programa com transmissão ao vivo a partir das 20h.

O rapper Dexter, Rodolfo Valente (Rede 2 de Outubro), a doutora em Criminologia Ana Gabriela Braga, o MC Raphael Calazans e Liz Guimarães, do Projeto Casa Viva, participam do programa com transmissão ao vivo a partir das 20h. Por SPressoSP O Brasil já possui a terceira população carcerária do mundo, com 715.655 pessoas presas, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de junho de 2014. Em São Paulo, estado que concentra o maior número de detidos no país, já são 297 mil presos. O perfil dessa população é de homens, negros, jovens e de periferia. Para além desse recorte,...

O rapper Dexter, Rodolfo Valente (Rede 2 de Outubro), a doutora em Criminologia Ana Gabriela Braga, o MC Raphael Calazans e Liz Guimarães, do Projeto Casa Viva, participam do programa com transmissão ao vivo a partir das 20h.

Por SPressoSP

O Brasil já possui a terceira população carcerária do mundo, com 715.655 pessoas presas, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de junho de 2014. Em São Paulo, estado que concentra o maior número de detidos no país, já são 297 mil presos.

O perfil dessa população é de homens, negros, jovens e de periferia.

Para além desse recorte, mulheres grávidas dentro do sistema carcerário têm diversos direitos violados. Esse é o tema da pesquisa “Dar à luz na sombra”, da professora da Unesp Ana Gabriela Braga, que será abordado dentro do programa.

O rapper Dexter, depois de 13 anos no sistema prisional, continuou sua carreira. Ainda no Complexo do Carandiru, montou o grupo de rap 509-E, que ganhou as rádios do país.

Veja também:  Armínio Fraga diz que é absurdo vetar nome que trabalhou com PT: "Levy deveria pedir demissão"

Rodolfo Valente integra a Rede 2 de Outubro, que remete ao dia do Massacre do Carandiru,  e é advogado, com atuação extensa na defesa dos direitos humanos.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum