Rodrigo Vianna

26 de dezembro de 2014, 22h03

Haddad aumenta passagem do ônibus para R$ 3,50; 500 mil estudantes terão passe livre

A partir de 6 de janeiro, a tarifa básica de utilização dos serviços do transporte coletivo municipal será de R$ 3,50. Já as tarifas do bilhete único permanecerão congeladas

Da Página da Prefeitura de SP

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMT) e da São Paulo Transporte (SPTrans), concluiu os estudos para definição das novas tarifas dos ônibus na cidade, cujos preços estão congelados há quatro anos.  A Prefeitura decidiu implantar o passe livre para 505 mil estudantes, sendo aproximadamente 360 mil alunos da rede pública e 145 mil matriculados na rede particular de ensino, mas de baixa renda, incluindo os que fazem cursos no nível superior. Os critérios para definição de baixa renda já foram estabelecidos em legislação aprovada pela Câmara Municipal.

A partir do próximo dia 6 de janeiro de 2015, terça-feira, a tarifa básica de utilização dos serviços do transporte coletivo municipal será de R$ 3,50. Já as tarifas do bilhete único nas modalidades mensal, semanal e diário (com validade de 24 horas) permanecerão congeladas nos valores atuais, vigentes desde a implantação dos benefícios pela atual administração, em 2013 e 2014 (confira os valores abaixo).

O valor do bilhete único integrado com o Metrô e os trens da CPTM será de R$ 5,45. Com todas as gratuidades, incluindo o passe livre para os estudantes, o reajuste médio de tarifas ficou em 7,92%.

A tarifa de ônibus em São Paulo custa R$ 3,00 desde 5 de janeiro de 2011. O novo valor, de R$ 3,50, tem reajuste inferior à inflação do período.

Por meio da SPTrans, a Prefeitura publica na próxima segunda-feira (29) a nova versão da planilha tarifária do  sistema, com informações detalhadas sobre o aumento e suas motivações. Os dados serão disponibilizados no site da SMT no Portal da Prefeitura,  com total transparência para os cidadãos paulistanos.

A planilha contém dados e indicadores operacionais do sistema de transporte municipal. Nela é possível saber quem paga a conta do transporte coletivo, quem ganha com a operação do sistema e quanto a cidade gastaria a mais se não existisse transporte coletivo por ônibus em São Paulo.

Passe Livre
Com a implantação do passe livre, serão beneficiados aproximadamente 505 mil estudantes, sendo 360 mil da rede pública e 145 mil da rede privada. A Prefeitura atende, assim, uma antiga reivindicação da comunidade e dos jovens.

Rede de Transporte na Madrugada
Nos próximos meses, a Prefeitura passará a oferecer uma nova rede de transporte para os trabalhadores e estudantes que se utilizam dos ônibus na madrugada, com maior frequência e menos tempo de espera nos pontos.

Recarga de Bilhete nos Ônibus
Também para os próximos meses está prevista a implantação pela SPTrans da recarga do bilhete único dentro dos ônibus. Os validadores estão sendo atualizados e, neste mês de dezembro, mais de mil ônibus já contam com o novo equipamento. Com isso, o usuário não perderá tempo em filas para a compra de créditos.

Ônibus Novos, com Ar-Condicionado e Wi-fi
Serão entregues mais de 1.000 ônibus novos na cidade, equipados com ar-condicionado e wi-fi, além de novas tecnologias.

Novos valores a partir de 06/01/2015
Bilhete Único Comum
 – Tarifa: R$ 3,50
Integração Metrô/Trem – R$ 5,45

Valores dos bilhetes mensal, semanal e diário serão mantidos
Bilhete Único Mensal : R$ 140,00
Bilhete Único Semanal : R$ 38,00
Bilhete Único Diário : R$ 10,00

Os valores do Vale-Transporte seguem os mencionados acima. Estudantes pagam meia nessas modalidades.
Bilhete Único Integrado Mensal – R$ 230,00
Bilhete Único Integrado Semanal – R$ 60,00
Bilhete Único Integrado Diário  – R$ 16,00

Os valores do Vale-Transporte permanecem como os mencionados acima. No caso das modalidades de bilhete escolar, a integração com o Metrô/CPTM custa R$ 140,00 na versão mensal; R$ 38,00, na semanal , e  R$ 10,00, no bilhete cuja validade é de 24 horas.

Confira abaixo como ficam as tarifas para o serviço de táxi em São Paulo, a partir de 06/01/2015
A Secretaria Municipal de Transportes (SMT) divulga os valores das novas tarifas da Modalidade´Táxi que entram em vigor a partir de terça-feira, dia 06 de janeiro de 2015. O valor da Bandeirada da Categoria Comum passa de a ser R$ 4,50 (Portaria SMT 105/14), um aumento de 9,8%. O último reajuste ocorreu em 15/01/11, quando a tarifa passou a ser R$ 4,10.

Vale lembrar que a tarifa horária não teve reajuste, por que com a liberação das faixas exclusivas para os táxis, desde que estejam com passageiros, temos 420 km de vias para os veículos trafegarem com mais rapidez.

Categorias da Modalidade Táxi e tarifas
As categorias existentes são:

Categoria Comum / Táxi Amigão (20h às 06h): bandeirada R$ 4,50, tarifa quilométrica R$ 2,75 e tarifa horária R$ 33,00.

Categoria Comum-Rádio e Táxi Acessível – Comum Rádio: bandeirada R$ 4,50, tarifa quilométrica R$ 2,75 e tarifa horária R$ 33,00.

Categoria Especial: bandeirada R$ 5,65, tarifa quilométrica R$ 3,45 e tarifa horária R$ 41,25.Nessa categoria temos hoje apenas a cooperativa conhecida como rádio-táxi vermelho e branco;

Categoria Luxo: bandeirada R$ 6,75, tarifa quilométrica R$ 4,15 e tarifa horária R$ 49,50. Veículos médios ou grandes, cor de fábrica, do segmento “luxo” das montadoras. Possuem pontos privativos em hotéis e locais de eventos turísticos.