escrevinhador

por Rodrigo Vianna

18 de outubro de 2014, 01h35

“A melhor propaganda contra Aécio são os próprios eleitores de Aécio”

Vídeo mostra diferenças entre tucanos e petistas nas ruas de São Paulo. Eleitores do PSDB deixam explícita a agenda do ódio e do preconceito.

por Rodrigo Vianna

O vídeo mostra tucanos e petistas nas ruas de São Paulo.

A ideia é mostrar a “falta de sutileza” dos dois lados. Mas um olhar honesto vai notar uma “pequena” diferença. Os petistas mostram, aqui e ali, sinais de alguma intolerância, vaiam Aécio enquanto assistem ao debate num telão. Alguns fazem críticas poucos sustentadas na lógica.

Mas quando entram em cena os tucanos, aí vem um festival que nos mostra porque estamos às portas do fascismo em São Paulo.

Uma garota de 18 anos berra: “aqui não tem liberdade de expressão”, e culpa o PT por isso – enquanto exerce seu legítimo direito de se expressar (apesar de dizer asneiras).

Outro rapaz tenta justificar porque no ato tucano há poucos negros: “tem pouco negro em qq lugar porque país foi colonizado por brancos”.

E não poderia faltar o apoio à ditadura militar (certamente, fazendo Franco Montoro se revirar no túmulo): “ “militares ficaram em cima de comunista, limparam nossa pátria”. Limparam… Mas não muito. A mesma loira tucana afirma que quer “salvar” o Brasil: com Aécio, ou então por meio de uma intervenção militar.

Os petistas defendem Dilma e o projeto petista, rebatem as acusações de partido corrupto, constroem (com imprecisões e dificuldades) um discurso positivo, com uma agenda positiva, não de destruição.

Veja também:  Bolsonaro dá mais sinais de que aposta na ruptura

A turma de Aécio odeia. Quer o PT fora daqui, quer Lula fora daqui, quer “limpar” o Brasil.

Um dos internautas que assistiu o vídeo definiu perfeitamente o tom grotesco dos manifestantes tucanos:

“A melhor propaganda contra o Aécio são os próprios eleitores do Aécio” 

Berram contra nordestinos, criticam programas sociais, pedem “intervenção militar” ao mesmo tempo em que reclamam de uma “ditadura cubana”. Espalham preconceito e ódio.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags