12 de fevereiro de 2019, 16h43

Bruno Covas diz que alagamento de uma semana em SP “é uma questão de física”

Prefeito tucano da capital paulista, ao invés de tentar resolver o problema de forma efetiva, declarou que “a água escorre para lá mesmo”

Foto: Reprodução/TV Globo
O prefeito Bruno Covas (PSDB) declarou, no início da tarde desta terça-feira (12), que os alagamentos em bairros da Zona Leste da capital paulista são “uma questão habitacional e de física”. Os moradores da Vila Itaim, por exemplo, convivem com água na altura dos joelhos há mais de uma semana. “A Prefeitura está lá tentando fazer a ação o mais rápido possível, mas é uma questão de física que a água escorre para lá mesmo”, afirmou Covas, de acordo com informações de Paula Paiva Paulo, do G1. Para piorar, a chuva que castigou a região na manhã desta terça fez...

O prefeito Bruno Covas (PSDB) declarou, no início da tarde desta terça-feira (12), que os alagamentos em bairros da Zona Leste da capital paulista são “uma questão habitacional e de física”. Os moradores da Vila Itaim, por exemplo, convivem com água na altura dos joelhos há mais de uma semana.

“A Prefeitura está lá tentando fazer a ação o mais rápido possível, mas é uma questão de física que a água escorre para lá mesmo”, afirmou Covas, de acordo com informações de Paula Paiva Paulo, do G1.

Para piorar, a chuva que castigou a região na manhã desta terça fez o nível da água subir ainda mais.

A situação é tão grave que uma equipe da Defesa Civil esteve no local para ajudar as crianças a se deslocarem até a creche do bairro, mas não foi possível circular pelas vias.

A previsão da meteorologia é de chuvas fortes em São Paulo para as próximas horas, com potencial para alagamentos e inundações.

“Todo mundo está alertado e preparado para dar a resposta o mais rápido possível para que a gente possa atenuar o efeito das inundações na cidade de São Paulo”, afirmou o prefeito.

Protesto

Ao que tudo indica, as explicações de Covas não convenceram a população. Como protesto contra a situação do bairro, um grupo de moradores bloqueou o trecho da avenida Marechal Tito que passa sobre o rio.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.