Imprensa livre e independente
20 de junho de 2018, 21h25

Câmara aprova texto-base que libera venda de fatia na cessão onerosa pela Petrobras

O texto ainda pode ser mudado durante votação de emendas e prevê que os campos cedidos pela União à Petrobras têm autorização para serem negociados e ter a titularidade transferida,

Foto: Geraldo Falcão/Agência Petrobras/Fotos Públicas O texto-base do projeto que libera a Petrobras para transferir para outras companhias até 70% dos direitos de exploração de 5 bilhões de barris de petróleo por intermédio do chamado acordo de cessão onerosa foi aprovado, nesta quarta-feira (20), pela Câmara dos Deputados. De acordo com reportagem de Alessandra Modzeleski, do G1, o projeto recebeu aprovação por 217 votos a favor, 57 contra e 4 abstenções. O texto ainda pode ser mudado durante votação de emendas e prevê que os campos cedidos pela União à Petrobras têm autorização para serem negociados e ter a titularidade...

Foto: Geraldo Falcão/Agência Petrobras/Fotos Públicas

O texto-base do projeto que libera a Petrobras para transferir para outras companhias até 70% dos direitos de exploração de 5 bilhões de barris de petróleo por intermédio do chamado acordo de cessão onerosa foi aprovado, nesta quarta-feira (20), pela Câmara dos Deputados. De acordo com reportagem de Alessandra Modzeleski, do G1, o projeto recebeu aprovação por 217 votos a favor, 57 contra e 4 abstenções.

O texto ainda pode ser mudado durante votação de emendas e prevê que os campos cedidos pela União à Petrobras têm autorização para serem negociados e ter a titularidade transferida, desde que seja preservada a participação da empresa em, no mínimo, 30% do consórcio formado.

O contrato inicial, firmado em 2010, concedeu à Petrobras o direito de produzir até 5 bilhões de barris de óleo equivalente em determinadas áreas do pré-sal da Bacia de Santos.

O que diz o projeto

A Petrobras terá de manter 30% da participação no consórcio formado com a empresa cessionária; a licitação dos volumes excedentes aos 5 bilhões de barris do contrato de cessão onerosa será feita sob o regime de partilha de produção; o projeto estabelece as regras para a revisão do contrato da cessão onerosa, levando em consideração uma série de variáveis, como o preço de mercado e a atualização monetária; além da extração do petróleo, empresas que vão explorar a área também poderão realizar pesquisas.

Veja também:  Itália impõe decreto que prevê multa de até 50 mil euros a quem resgata migrantes no Mediterrâneo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum