08 de agosto de 2018, 09h36

Câmara decide sobre cassação de Maluf a portas fechadas

Reunião que definirá o futuro do deputado será nesta quarta-feira (8), na casa do presidente da Câmara Rodrigo Maia, sem a presença de assessores

Foto: Leonardo Prado/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados deve decidir nesta quarta-feira (8) se cassa ou não o mandato do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP). A definição sobre o caso estava prevista para esta terça (7), porém, a Mesa Diretora da Casa transferiu para o dia seguinte, segundo informações do Congresso em Foco.

Maluf está preso desde dezembro de 2017, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O deputado cumpre pena de sete anos de nove meses de prisão em regime domiciliar, em função de seu estado de saúde.

O local da reunião que definirá o futuro de Maluf foi mudado. Seria inicialmente nas dependências do Congresso, mas será na casa de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, sem a presença de assessores. De acordo com a Secretaria-Geral da Mesa (SGM), cabe ao presidente da Casa decidir, caso a caso, se encontros do colegiado serão restritos aos deputados integrantes ou se assessores podem estar presentes.