Imprensa livre e independente
24 de abril de 2019, 19h04

Carlos Bolsonaro se refugia em clube de tiro e não atende telefonemas do pai

Em meio à crise protagonizada pela briga entre o filho do presidente e o general Hamilton Mourão, Carlos passou os feriados isolado

Foto: Reprodução/TV Globo
Protagonista de uma crise que parece não ter fim, em função de suas críticas diárias ao vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, Carlos Bolsonaro se recolheu em um dos seus locais prediletos: um clube de tiro em Santa Catarina. Desde o último domingo (21), quando Jair Bolsonaro mandou retirar um vídeo em que Olavo de Carvalho criticava militares, publicado no canal do YouTube do presidente, Carlos se recusa a atender telefonemas do pai. Apesar disso, continuava muito ativo nas redes sociais. Nesta quarta-feira (24), o filho do presidente havia retornado ao Rio de Janeiro para dar expediente na Câmara de...

Protagonista de uma crise que parece não ter fim, em função de suas críticas diárias ao vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, Carlos Bolsonaro se recolheu em um dos seus locais prediletos: um clube de tiro em Santa Catarina.

Desde o último domingo (21), quando Jair Bolsonaro mandou retirar um vídeo em que Olavo de Carvalho criticava militares, publicado no canal do YouTube do presidente, Carlos se recusa a atender telefonemas do pai. Apesar disso, continuava muito ativo nas redes sociais.

Nesta quarta-feira (24), o filho do presidente havia retornado ao Rio de Janeiro para dar expediente na Câmara de Vereadores, depois dos feriados da Semana Santa e de São Jorge.

O Clube e Escola Tiro .38 fica em São José, na Grande Florianópolis, e chegou a ser visitado por Adélio Bispo dos Santos, que esfaqueou Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora (MG).

Nesta terça-feira (23), Bolsonaro, por intermédio de uma nota, disse querer um “ponto final” na briga entre o Carlos e Mourão, o que parece não ter adiantado.

Veja também:  O presidente e suas muletas discursivas

Irritação

Fontes próximas ao governo dizem que Carlos não gostou da ordem de Bolsonaro, no sentido de retirar o vídeo de Olavo de Carvalho criticando militares. Irritado com o pai, escreveu: “Começo uma nova fase em minha vida. Longe de todos que de perto nada fazem a não ser para si mesmos. O que me importou jamais foi o poder. Quem sou eu neste monte de gente estrelada?”, disse, se referindo aos militares que integram o governo do pai.

Com informações de O Globo

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum