14 de setembro de 2018, 07h32

Carlos Lupi tem cargo com vereador no Rio, mas viaja com Ciro Gomes

Além disso, Lupi também acumula a função de coordenador da campanha de Ciro

Carlos Lupi. Foto: Divulgação/PDT

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, está nomeado como auxiliar de gabinete do vereador Daniel Martins (PDT), com um salário bruto de R$ 3.500. Até aí tudo bem não fosse o fato de Lupi estar viajando pelo país com o presidenciável Ciro Gomes (PDT) e não dar expediente no local.

Além disso, Lupi também acumula a função de coordenador da campanha de Ciro.

O presidente do PDT tem um longo histórico de nomeações em cargos no poder público desde 2000, embora tenha se dedicado por quase todo esse tempo ao comando da sigla.

O vereador diz que seu contratado tem “uma função importantíssima de auxílio ao meu mandato e ao PDT como um todo”. “Ele tem uma função institucional muito importante. Faz um trabalho de base, auxilia o PDT e me auxilia em bairros e municípios da cidade”, afirmou.

As regras da Câmara permitem que assessores atuem fora do gabinete. Lupi tem viajado o país ao lado de Ciro desde o início do ano.

Ciro Gomes, por sua vez, defende enfaticamente o correligionário. Diz que Lupi tem sua “confiança cega” e que ele pode assumir “a posição que quiser” num eventual governo seu.

Lupi é réu numa ação civil pública por improbidade administrativa na Justiça Federal do Distrito Federal.

Leia a matéria completa na Folha