Imprensa livre e independente
05 de fevereiro de 2018, 13h07

Cartão Postal de Salvador vira “muro de latrinas”. Vídeo

ACM Neto instala dezenas de banheiros químicos em um dos principais pontos turísticos da capital baiana, provocando estragos ao meio ambiente.

ACM Neto instala dezenas de banheiros químicos em um dos principais pontos turísticos da capital baiana, provocando estragos ao meio ambiente. Da Redação* Uma iniciativa do prefeito de Salvador, Bahia, ACM Neto (DEM), causou indignação nos moradores próximos da Barra, tradicional ponto turístico da capital baiana, especialmente durante o período de Carnaval. Mesmo sob o protesto da Associação dos Moradores, foi montado o que está sendo chamado de o “muro das latrinas”, ou seja, foram instaladas dezenas de banheiros químicos, um lado do outro, para o período de folia no Farol da Barra. “Essa é a imagem que os turistas...

ACM Neto instala dezenas de banheiros químicos em um dos principais pontos turísticos da capital baiana, provocando estragos ao meio ambiente.

Da Redação*

Uma iniciativa do prefeito de Salvador, Bahia, ACM Neto (DEM), causou indignação nos moradores próximos da Barra, tradicional ponto turístico da capital baiana, especialmente durante o período de Carnaval. Mesmo sob o protesto da Associação dos Moradores, foi montado o que está sendo chamado de o “muro das latrinas”, ou seja, foram instaladas dezenas de banheiros químicos, um lado do outro, para o período de folia no Farol da Barra.

“Essa é a imagem que os turistas vão levar de Salvador. Em um dos cartões postais mais importantes do mundo, a insensibilidade de uma administração que não tem responsabilidade com a preservação do meio ambiente”, desabafou um morador local.

O prefeito ACM Neto declarou que o reclame da Associação de Moradores da Barra (Amabarra) não representa a vontade da maioria da população. “É gritante a falta de respeito do prefeito de Salvador com os moradores da Barra. É impressionante a falta de comprometimento do prefeito com as questões públicas. Ele age com o autoritarismo herdado por aqueles que um dia pensaram que eram donos da Bahia”, declarou Jailson dos Santos, morador do Calabetão, e que trabalha em um shopping de Salvador.

Veja também:  Repórter da Globo deu Bíblia a Bolsonaro para "ganhar espacinho", diz Carlos: "A repulsa está na cara"

Recentemente, a prefeitura de Salvador embargou a obra de construção da estação do Metrô do Aeroporto, alegando crime ambiental, por conta da extração de 0,19% do bambuzal que fica na entrada do aeroporto. A pergunta é: “O que é mais criminoso em matéria de meio-ambiente. A retirada de 0,19% de bambu, que cresce com uma facilidade enorme, ou a poluição devastadora que a colocação de banheiros químicos causa ao meio ambiente, especificamente à Baía de Todos os Santos, um dos lugares mais visitados e fotografados do mundo?”, questionam os moradores.

*Com informações do Bahia Press

Foto: Reprodução

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum