Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

19 de março de 2019, 22h25

Cartas do Pai: “DeUSAcima de tudo”

Eu me senti em 1.500, quando trocávamos todas as nossas riquezas por colares e espelhos. Eles aproveitaram que estavam lá e entregaram também a base de Alcântara

Foto: Arquivo Pessoal

Rio de Janeiro, 19 de março de 2019

Pai,

Esta semana teve mais um capítulo do Brasil Cucaracha!

Agora, foi uma comitiva pra lá. Alguns ministros junto ao presidente e… seu filho!  Isso mesmo seu filho!

Não entendeu? Nem eu, nem ninguém!

Será que o Bolsonaro não tem uma babá ou algo parecido? Pra quê tem que levar o filho pro trabalho? Não tinha com quem deixar?

Pois bem, foram lá e ficaram hospedados na “Blair House”, onde todos os últimos presidentes ficaram quando foram lá. Mas como ele não consegue ficar muito tempo sem divulgar fake news, disse que era o primeiro presidente a ficar! Normal, já estamos acostumados.

E a coisa foi piorando. É, conseguiram piorar!

O Ministro da Economia disse que eles podiam vir pra cá comprar imóveis, e que estávamos vendendo, que podiam entrar e comprar. “Vendemos 12 aeroportos, e em breve, petróleo e o Pré-Sal”.

Estamos em liquidação, pai!

A coisa ficou muito estranha, quando eles resolveram visitar, fora da agenda oficial, a sede da CIA. Que assuntos pessoais o presidente do Brasil tinha com a CIA?

Eu me senti em 1.500, quando trocávamos todas as nossas riquezas por colares e espelhos. Eles aproveitaram que estavam lá e entregaram também a base de Alcântara.

Pra facilitar a entrega liberaram a entrada deles sem visto de viagem, contando que o governo americano vai liberar a nossa.

Só rindo, pai.

Eles querem construir um muro pra gente não entrar, vão lá liberar visto!

Governo no melhor estilo Cucaracha.

DeUSAcima de tudo!

Agora que entendi o slogan de campanha dele.

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.