01 de maio de 2018, 17h40

Cartas do Pai: “Este dia do trabalho não é um dia de festa”

Hoje é um dia de arregaçar as mangas e trabalhar. Trabalhar pras coisas melhorarem, pra colocar lá em cima pessoas que trabalhem por quem precisa

Foto: Divulgação

Rio de Janeiro, 1º de Maio de 2018

Pai,

Hoje, um prédio ocupado por trabalhadores que não tinham onde morar, pegou fogo e desabou…

O prédio e as famílias foram abandonados pelo governo. Ninguém se importou como essas pessoas viviam, com a segurança delas, com nada!

Hoje é mais um dia do trabalho. Mais um dia. Mais um dia sem emprego pra quem mais precisa, e pra quem ainda tem emprego, menos direitos, salário menor e menos chance de conseguir aposentadoria.

Você viu que o desemprego tá aumentando cada vez mais? Uma loucura, já são quase 13% de desempregados. E essas pessoas, sem emprego, sem ter como pagar um lugar pra morar, acabam indo parar em lugares como este prédio.

Hoje, emprego tá em falta, pai, mas trabalho tem de sobra! Temos muito trabalho pra tentar reconquistar os direitos que perdemos com este governo, e muito trabalho pra evitar que percamos mais direitos ainda.

Este dia do trabalho não é um dia de festa. Hoje é um dia de arregaçar as mangas e trabalhar. Trabalhar pras coisas melhorarem, pra colocar lá em cima pessoas que trabalhem por quem precisa. Porque governar não é um emprego, governar não deveria ser uma profissão, governar é um trabalho.

Temos que colocar gente lá em cima pra trabalhar, pra melhorar a vida de quem realmente precisa. As eleições estão chegando, e o trabalho é grande!

Hoje, um prédio ocupado por trabalhadores que não tinham onde morar, pegou fogo e desabou…

Feliz Dia do Trabalho, pai.

Um beijo,

Ivan