Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

15 de maio de 2019, 11h20

Cartas do Pai: “Nas ruas pela Educação!”

Um ministro da Educação que não conhece literatura e não sabe matemática mostra bem o nível deste governo

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 15 de maio de 2019.

Pai,

Neste domingo, dia 12, postei uma carta sua nas suas páginas no Facebook e no Instagram.

Aquela que você fala, que estava percebendo que o povo andava meio desanimado, pessimista, lembra?

Tem muita gente desanimada, vendo as coisas piorarem, e com o governo anunciando uma maldade a cada dia. Isso vem abatendo a gente, aqui.

As pessoas foram cansando, depois de tanto tempo conversando, gritando, alertando. E, mesmo assim, durante muito tempo, uma parte dos brasileiros não acreditava. Achava que estávamos exagerando.
O governo foi vendo isso e foi abusando, abusando, até que perdeu a mão.

Eles ficaram confiantes demais e resolveram mexer aonde não deviam. Cortaram verbas da educação, logo da educação, pai!

Foi aquele ministro mesmo, o que não sabe a diferença entre Cafta e Kafka.

Pra explicar os cortes de 35% na educação ele pegou 100 chocolates e falou que 3 chocolates e meio, eram 35%.

Um ministro da Educação que não conhece literatura e não sabe matemática mostra bem o nível deste governo.

Veja também:  Após dois anos, PMs são indiciados por agressão de Luana Barbosa em Ribeirão Preto

Além disso, ele falou que poderia rever os cortes se fosse aprovada a reforma que querem fazer na Previdência (aquela que vai deixar os mais pobres praticamente sem aposentadoria).

Tá fazendo chantagem com a gente!

Na sua carta pra vovó, você chama os pessimistas pras ruas. Pois bem, aqui vamos nós!

Nesta quarta, dia 15, vamos todos!

Todos que não aceitam chantagem!

Todos que não aceitam perder direitos para manter privilégios!

Todos pela Educação!

Um beijo do seu filho,

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.