Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

12 de fevereiro de 2019, 23h05

Cartas do Pai: “Que diferença faz?”

'Morreram' 500 seringueiras de desgosto, depois da declaração do ministro do Meio Ambiente! “Que diferença faz quem é o Chico Mendes?”, questionou ele

Foto: Reproduçao

Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 2019

Pai,

Nunca tinha visto um ano assim! Pra onde a gente vira vem uma paulada diferente.

Foi lama matando em Brumadinho, tempestade matando aqui no Rio, incêndio matando garotos talentosos no Flamengo, helicóptero caindo e matando jornalista. E mal começou o ano!

Aqui no Rio tiraram investimentos na prevenção de enchentes.

O governo federal acha que fiscalização é coisa pra prejudicar os pobrezinhos dos empresários. Mas apesar da “farra das multas” do IBAMA que o presidente deles tanto criticou, tivemos a pior tragédia dos últimos tempos, como rompimento da barragem da Vale.

E teve mais tragédia!

‘Morreram’ 500 seringueiras de desgosto, depois da declaração do ministro do Meio Ambiente! “Que diferença faz quem é o Chico Mendes?”, questionou ele.

Ministro que não conhece a Amazônia. Imagina isso!

Fiquei imaginando os outros ministros indo atrás.

Pensa só:

“Que diferença faz quem é o Mahatma Gandhi?”, questionou a ministra dos Direitos Humanos.

“Que diferença faz quem é o Bill Gates?”, questionou o ministro de Ciência e Tecnologia.
“Que diferença faz quem é a Nize da Silveira?”, questionou o ministro da Saúde.

Veja também:  Atos contra desmonte na Educação promovido por Bolsonaro já tomam as ruas de cidades brasileiras

“Que diferença faz quem é o Paulo Freire?”, questionou o ministro da Educação.

Seria um governo bem questionador né, pai?

O chefe do Laranjal tinha prometido que ia nomear por critério técnico, mas a maioria nem sabe o que está fazendo lá!

Ah! E tem outra melhor:

“Que diferença faz o 13°, férias e FGTS?”, questionou o ministro do Trabalho.

Essa não dá por que não temos mais Ministério do Trabalho.

Mas a proposta do governo é de verdade!

E nem é surpresa, a proposta é de campanha. Estamos avisando tem tempo.

Tristes tempos…

Um beijo do seu filho,

Ivan