Seja Sócio Fórum
20 de março de 2019, 06h00

Casal que viaja o mundo lança filme sobre caravana de Lula

Murilo e Igor são casados desde 2015 e vivem a maior parte do tempo em mochilões pelo mundo. Juntos, acompanharam a última caravana de Lula. Veja aqui

Foto: Arquivo pessoal
Murilo Matias e Igor Veloso acabam de lançar o documentário O Povo é o caminho, a Caravana de Lula pelo Sul do Brasil, que acompanha a última saga do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no início de 2018, antes de ser encarcerado na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. O filme conta toda a caravana. Durante as filmagens, eles conversaram com gente do povo, indígenas, estudantes, assentados, agricultores, trabalhadores urbanos, mas também com personalidades da política, como a ex-presidente Dilma Rousseff, o líder do MST, João Pedro Stédile, Guilherme Boulos, os deputados Paulo Pimenta, Maria do Rosário...

Murilo Matias e Igor Veloso acabam de lançar o documentário O Povo é o caminho, a Caravana de Lula pelo Sul do Brasil, que acompanha a última saga do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no início de 2018, antes de ser encarcerado na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

O filme conta toda a caravana. Durante as filmagens, eles conversaram com gente do povo, indígenas, estudantes, assentados, agricultores, trabalhadores urbanos, mas também com personalidades da política, como a ex-presidente Dilma Rousseff, o líder do MST, João Pedro Stédile, Guilherme Boulos, os deputados Paulo Pimenta, Maria do Rosário e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

Depois disso, os dois acompanharam a prisão de Lula em São Bernardo e ainda estiveram durante os primeiros dias da Vigília Lula Livre, na porta da PF, onde permaneceram por 40 dias.

Foto: Arquivo pessoal

Murilo e Igor estão juntos desde 2015. Em agosto faz quatro anos. Casados desde então, a história dos dois se confunde com a militância e as transformações que tanto o Brasil quanto o mundo têm atravessado.

Ao longo deste tempo, já fizeram três mochilões. Um pela América do Sul, onde conheceram a Bolívia, Peru e Equador, outro na América Central, quando estiveram no Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, El Salvador e Guatemala) e, por fim, no Nordeste brasileiro, quando passaram por sete estados no ano passado.

Murilo Matias tem 29 anos e é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria que, segundo ele faz questão de contar, passou por uma importante expansão em termos de acesso à bolsa, cotas e assistência estudantil, na época do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Igor Veloso tem 32 e é formado em teatro pela Martins Penna, a primeira escola de teatro da América Latina. Antes disso, nascido em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, trabalhava duramente, desde os 14 anos.

Para bancar a longa filmagem, os dois colaboram com vários veículos do campo progressista, entre eles a Fórum, Le Monde Brasil, Jornalistas Livres, Carta Capital, Opera Mundi, DCM, entre outros.

Murilo conta que eles não têm um projeto muito definido, deixam a vida levar, “como não temos tanta grana, sempre que viajamos, trabalhamos ao mesmo tempo. Estávamos no Fórum Social Mundial no ano passado, na Bahia, quando surgiu a oportunidade de seguir na Caravana do Lula”, conta.

Foto: Arquivo pessoal

A oportunidade foi prontamente agarrada e virou o documentário “O Povo é o caminho, a Caravana de Lula pelo Sul do Brasil”, filmado em celular, dirigido e montado pelos dois.

Entre idas e vindas, o filme ficou pronto no carnaval deste ano e acaba de ser disponibilizado no YouTube. Se engana, no entanto, quem imagina que com a etapa concluída, os dois sossegaram. Logo após a caravana, eles já estiveram na Colômbia, onde cobriram o primeiro turno das eleições presidenciais e, depois disso, as eleições brasileiras pelo Nordeste.

Está em fase de acabamento o filme “Selvagem”, de Igor, sobre as ocupações dos estudantes secundaristas em São Paulo, que deverá ser lançado no meio do ano.

Quem tiver fôlego que acompanhe os dois.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum