Imprensa livre e independente
23 de abril de 2019, 16h24

Caso voto do relator seja mantido, Lula pode ir para o semiaberto em outubro, diz especialista

“Foi importante a diminuição da pena, não há a menor dúvida, mas é claro que a gente está aguardando a absolvição”, declarou o advogado Marco Aurélio de Carvalho, especialista em Direito Público

Foto: Reprodução/GloboNews
Na avaliação do advogado Marco Aurélio de Carvalho, especialista em Direito Público e fundador da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), caso o voto do relator Félix Fischer seja mantido, o ex-presidente Lula pode ir para o regime semiaberto em outubro. “Ele já cumpriu um ano e pouco e pela dosimetria da pena, passa a ter progressão de regime, a cumprir o semiaberto, provavelmente em outubro. Foi importante a diminuição da pena, não há a menor dúvida, mas é claro que a gente está aguardando a absolvição”, declarou o advogado, que está acompanhando os votos junto com a equipe...

Na avaliação do advogado Marco Aurélio de Carvalho, especialista em Direito Público e fundador da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), caso o voto do relator Félix Fischer seja mantido, o ex-presidente Lula pode ir para o regime semiaberto em outubro.

“Ele já cumpriu um ano e pouco e pela dosimetria da pena, passa a ter progressão de regime, a cumprir o semiaberto, provavelmente em outubro. Foi importante a diminuição da pena, não há a menor dúvida, mas é claro que a gente está aguardando a absolvição”, declarou o advogado, que está acompanhando os votos junto com a equipe de defesa do ex-presidente.

Redução de pena

Na leitura da relatoria do processo de Lula, que está sendo julgado pela 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta terça-feira (23), Fischer reduziu a pena do ex-presidente para 8 anos, 10 meses e 20 dias, voto acompanhado pelo ministro Jorge Mussi. Fischer ainda condicionou a prisão domiciliar de multa ao pagamento de multa de R$ 2,4 milhões, que seria o valor de reparação pelas benfeitorias feitas no chamado Triplex do Guarujá.

Veja também:  Lula: “Eu gostaria de fazer uma delação contra o Moro, o TRF-4, o delegado, o Dallagnol”

No julgamento do recurso, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) havia elevado a pena para 12 anos e 1 mês. Sérgio Moro, em primeira instância, havia condenado Lula a 9 anos e 6 meses de reclusão.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum