ASSISTA
13 de Maio de 2016, 10h00

Castelo e Temer, 52 anos depois

Equipe apresentada por Temer mostra semelhança com a imagem da posse do Marechal Castelo Branco, que tomou o poder com o golpe militar de 1964. Não há qualquer mulher ou negro no novo grupo; apenas homens brancos e ricos.

Equipe apresentada por Temer mostra semelhança com a imagem da posse do Marechal Castelo Branco, que tomou o poder com o golpe militar de 1964. Não há qualquer mulher ou negro no novo grupo; apenas homens brancos e ricos 

Por Redação

Após a posse do presidente interino Michel Temer, realizada ontem (12), a internet foi palco de inúmeros protestos contra o golpe que afastou a presidenta Dilma Rousseff do cargo. O internauta Weber Sutti foi um dos que manifestaram sua indignação. Ele publicou uma foto do momento em que Temer apresentava seus ministros e a comparou com a posse do Marechal Castelo Branco, que, em 1964, se tornou o primeiro presidente do regime militar, com a derrubada de João Goulart.

A falta de diversidade na equipe do peemedebista foi bastante comentada nas redes. Não há sequer uma mulher entre os ministros, diferentemente do mandato de Dilma, que nomeou 15 mulheres para o comando das pastas. O novo grupo também excluiu qualquer representante negro. O fim do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, do Ministério da Cultura e da Controladoria-Geral da União (CGU) foram outras atitudes polêmicas.

Foto de capa: Reprodução/Facebook