18 de janeiro de 2019, 18h23

Chamados de “analfabetos”, deputados que foram à China prometem processar Olavo de Carvalho

Reação dos parlamentares do PSL e do DEM ocorreu depois do vídeo divulgado pelo “guru” dos Bolsonaro, no qual ele reprova a viagem

Foto: Reprodução/Acervo pessoal Componentes da comitiva de parlamentares eleitos que foram à China, sendo que a maioria pertence ao PSL, partido de Jair Bolsonaro, afirmam que ficaram surpresos e indignados com os ataques do “guru” do presidente, Olavo de Carvalho, de acordo com informações de Aiuri Rebello, do UOL. Parte dos deputados pretende processar Olavo de Carvalho, que chamou os parlamentares de “palhaços”, “analfabetos” e “caipiras”, demonstrando reprovação com a viagem. Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais O deputado federal Luiz Miranda (DEM-DF), único da comitiva que não é...

Foto: Reprodução/Acervo pessoal

Componentes da comitiva de parlamentares eleitos que foram à China, sendo que a maioria pertence ao PSL, partido de Jair Bolsonaro, afirmam que ficaram surpresos e indignados com os ataques do “guru” do presidente, Olavo de Carvalho, de acordo com informações de Aiuri Rebello, do UOL.

Parte dos deputados pretende processar Olavo de Carvalho, que chamou os parlamentares de “palhaços”, “analfabetos” e “caipiras”, demonstrando reprovação com a viagem.

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

O deputado federal Luiz Miranda (DEM-DF), único da comitiva que não é do PSL, anunciou que vai processar Carvalho.

“Há mais de 15 anos faço negócios com empresas chinesas. Após tanto tempo, fui convidado para conhecer melhor a cultura do país, o sistema de governo, além da tecnologia empregada em vários setores da sociedade, principalmente na área de segurança pública. Isso nos ajudará a propor alternativas eficientes ao governo brasileiro”, disse Miranda.

“Eu vou processar o Olavo de Carvalho por difamação”, declarou o empresário Vinícius Carvalho, um dos organizadores da viagem junto à Embaixada da China no Brasil. “Um absurdo o que ele fez, jogando o pessoal contra a China e os parlamentares que estão aqui pensando no nosso país. É do interesse do Brasil ter a melhor das relações com os chineses”, disse Vinícius Carvalho, ligado ao deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP).

“Não são só Miranda e Vinícius que vão processar ele. Eu e a maioria do PSL que está aqui também queremos fazer a mesma coisa”, afirmou um dos parlamentares, que pediu para não ser identificado. “Isso não se faz, alvejaram a gente pelas costas”.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais