Imprensa livre e independente
30 de janeiro de 2018, 15h59

Chico Buarque denuncia ACM Neto nas redes

O compositor denuncia que, apesar de Salvador ter sido eleita a “cidade da música” pela Unesco, não paga devidamente os direitos autorais

O compositor denuncia que, apesar de Salvador ter sido eleita a “cidade da música” pela Unesco, não paga devidamente os direitos autorais Da Redação O cantor e compositor Chico Buarque fez uma postagem nas redes sociais, nesta terça-feira (30), onde acusa a administração do prefeito de Salvador, ACM Neto, de não pagar devidamente os direitos autorais dos eventos públicos que acontecem na cidade. Em atitude não muito comum, o compositor diz na postagem que “Salvador foi eleita a “cidade da música” pela Unesco e é a capital brasileira que mais promove festas e eventos ao longo do ano”. No entanto,...

O compositor denuncia que, apesar de Salvador ter sido eleita a “cidade da música” pela Unesco, não paga devidamente os direitos autorais

Da Redação

O cantor e compositor Chico Buarque fez uma postagem nas redes sociais, nesta terça-feira (30), onde acusa a administração do prefeito de Salvador, ACM Neto, de não pagar devidamente os direitos autorais dos eventos públicos que acontecem na cidade.

Em atitude não muito comum, o compositor diz na postagem que “Salvador foi eleita a “cidade da música” pela Unesco e é a capital brasileira que mais promove festas e eventos ao longo do ano”. No entanto, continua Chico, “a Prefeitura da cidade é prejudicial e desrespeitosa com os autores, pois os direitos autorais de eventos públicos, como o Carnaval e o Réveillon, não são pagos devidamente”.

Veja abaixo a postagem do Chico:

Salvador foi eleita a “cidade da música” pela Unesco e é a capital brasileira que mais promove festas e eventos ao longo do ano. A Prefeitura da cidade, porém, é prejudicial e desrespeitosa com os autores, pois os direitos autorais de eventos públicos, como o Carnaval e o Réveillon, não são pagos devidamente. 
Há dois anos, o débito era de cerca de R$ 30 milhões; em 2014, tentou-se que a Prefeitura pagasse R$ 8 milhões, mas a proposta foi recusada pelo prefeito ACM Neto.
O Ecad já moveu inúmeras ações e continua acionando a Cidade e tentando um diálogo. Entretanto, a Prefeitura não se dispõe a negociar.
É preciso enfrentar esse abuso. 
Veja e divulgue o vídeo abaixo ??
A pressão é fundamental para a reversão desse quadro.

Foto: Divulgação

Veja também:  Derrotar a Lava Jato, o ativismo judicial e o neofascismo formando maioria política e democrática

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum