Imprensa livre e independente
02 de maio de 2019, 23h11

Cientista político divulga histórico escolar do ministro da Educação e ironiza: “Ele era bom de balbúrdia”

Abraham Weintraub havia dito que “universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas”

Foto: Rafael Carvalho/Divulgação Casa Civil
O cientista político Alberto Carlos Almeida usou sua conta no Twitter para divulgar o histórico escolar do atual ministro da Educação, Abraham Weintraub. Almeida mostrou que as notas do hoje ministro da Educação não eram das mais destacadas e ainda ironizou: “Ele era bom de balbúrdia”. A referência foi em função de Weintraub ter anunciado corte de 30% das verbas de todas as universidades federais. As primeiras instituições lembradas pelo ministro foram Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal da Bahia (UFBA). Justificativa No entanto, o pior foi a justificativa. Em entrevista ao Estado de S.Paulo,...

O cientista político Alberto Carlos Almeida usou sua conta no Twitter para divulgar o histórico escolar do atual ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Almeida mostrou que as notas do hoje ministro da Educação não eram das mais destacadas e ainda ironizou: “Ele era bom de balbúrdia”.

A referência foi em função de Weintraub ter anunciado corte de 30% das verbas de todas as universidades federais. As primeiras instituições lembradas pelo ministro foram Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Justificativa

No entanto, o pior foi a justificativa. Em entrevista ao Estado de S.Paulo, Weintraub disse sobre o corte: “Universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas. A lição de casa precisa estar feita: publicação científica, avaliações em dia, estar bem no ranking”.

Veja também:  Presidentes da UNE e da Ubes são agredidos e impedidos de falar em audiência na Câmara

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum