Imprensa livre e independente
11 de março de 2019, 19h52

“Colocaram um adolescente tuiteiro para governar o país”, diz Ciro Gomes

Crítica do ex-ministro vem após polêmicas protagonizadas por Jair Bolsonaro através das redes sociais; Ciro cobrou ainda mais afinco da imprensa com o caso Queiroz: "Cadê o depósito?"

Foto: José Cruz/Agência Brasil
O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que foi candidato à presidência nas eleições do ano passado, comparou nesta segunda-feira (11) o presidente Jair Bolsonaro a um “garoto de 13 anos”. “Colocaram um garoto de 13 anos, um adolescente tuiteiro, para governar o País”, postou o pedetista no Twitter em uma clara referências às polêmicas que recaem sobre Bolsonaro por conta de sua conduta nas redes sociais. Na semana passada, divulgou um vídeo de conteúdo escatológico com o intuito de desmerecer o carnaval e as críticas que foi alvo. Nesta segunda-feira, divulgou um áudio distorcido de uma jornalista do Estadão. Mais cedo,...

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que foi candidato à presidência nas eleições do ano passado, comparou nesta segunda-feira (11) o presidente Jair Bolsonaro a um “garoto de 13 anos”.

“Colocaram um garoto de 13 anos, um adolescente tuiteiro, para governar o País”, postou o pedetista no Twitter em uma clara referências às polêmicas que recaem sobre Bolsonaro por conta de sua conduta nas redes sociais. Na semana passada, divulgou um vídeo de conteúdo escatológico com o intuito de desmerecer o carnaval e as críticas que foi alvo. Nesta segunda-feira, divulgou um áudio distorcido de uma jornalista do Estadão.

Mais cedo, em entrevista, Ciro Gomes cobrou uma postura mais incisiva da mídia com relação ao caso Queiroz, que envolve movimentações financeiras suspeitas do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz e a própria família do presidente. “Se o Bolsonaro empresta dinheiro para o Queiroz e volta para a mulher dele, eu quero saber: cadê a TED? Que dia foi o DOC?” .

Assista.

Veja também:  Comissão pode investigar gasto de R$ 7 milhões com Memorial da Anistia brasileiro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum