#Julian Rodrigues

19 de julho de 2018, 09h25

Legalizar as drogas deve ser uma prioridade da esquerda?

Em novo artigo, Julian Rodrigues indaga: “Lutar pela descriminalização da maconha e debater um novo marco legal que ponha fim à “guerra às drogas” é uma agenda segmentada e vanguardista?”


06 de julho de 2018, 12h26

Segurança pública: a esquerda precisa enfrentar o senso comum conservador

São Paulo tem uma das polícias que mais mata no mundo e a maior população carcerária do país – está na hora de apresentar uma plataforma o ousada e progressista nas eleições para  governo do Estado


19 de maio de 2018, 10h31

“O Processo” é cinema dos bons (e tem lado)

Julian Rodrigues escreve novo artigo e aborda o documentário de Maria Augusta Ramos: “O filme garantiu seu lugar na trajetória da construção histórica da interpretação popular sobre os eventos de 2016”


21 de abril de 2018, 12h50

Zé Dirceu e suas contradições: a lucidez e dignidade de um combatente

Dirceu é um preso político. Está encarcerado por ser líder e construtor de um projeto de esquerda para o Brasil. Ao prendê-lo novamente, o golpe presta uma homenagem ao Zé. Confessa que tem medo dele e de sua capacidade de organizar, de liderar o PT e a esquerda


31 de março de 2018, 12h59

Luta de classes se acirra: entre o fechamento do regime e a derrota do golpe

A característica fundamental dessa nova modalidade golpista é a manutenção das aparências de um regime democrático


30 de março de 2018, 11h15

Luta de classes se acirra: entre o fechamento do regime e a derrota do golpe

Derrotar o golpe passa por garantir a candidatura Lula – o que só será feito com amplas mobilizações populares e com a unidade da esquerda e do campo progressista.


15 de março de 2018, 11h56

O golpe mata. Viva Marielle!

As elites e seus braços armados ficam cada vez mais ousados, a ponto de eliminar, sem receios, quadros da esquerda com muita visibilidade pública


25 de fevereiro de 2018, 16h40

Intervenção militar no Rio: para além da pirotecnia de Temer

A intervenção é mais um passo em direção ao obscurantismo, ao reacionarismo, à criminalização dos pobres, pretos, favelados. Mais um golpe ao que resta de democracia no Brasil


27 de janeiro de 2018, 14h24

Julian Rodrigues: 2018 – Entre a derrota do golpe e o fechamento do regime

Reagir à radicalização golpista mobilizando o povo é o desafio imediato do campo democrático.


24 de dezembro de 2017, 19h23

A ira santa de Dallagnol e a prisão de Maluf: a hipocrisia a serviço do golpe

“Abusando das hipérboles, o rapaz adestrado nos EUA denuncia o indulto de 2017 como “presente de Natal aos corruptos” que, ainda por cima, “fulmina a estratégia de expansão das investigações com base em colaborações premiadas, o motor propulsor da Lava Jato”. Ora, ora. Moro, Deltan e sua turma esculhambaram o mecanismo de delação premiada. Não […]


16 de dezembro de 2017, 06h52

Eleição sem Lula é fraude: organizar a batalha de Porto Alegre

“Movimentos sociais e partidos de esquerda lançam campanha para formação de comitês populares em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato”. Leia mais na coluna de Julian Rodrigues Por Julian Rodrigues* Ao marcar o julgamento do recurso de Lula para 24 de janeiro, o Tribunal Regional Federal de Porto Alegre escancarou o […]


26 de novembro de 2017, 13h54

30 anos da Carta de Bauru: por uma sociedade sem manicômios

É preciso discutir, divulgar e celebrar os 30 anos da Carta de Bauru e os 40 anos da luta antimanicomial


18 de novembro de 2017, 09h09

A carne mais barata do mercado é a carne negra

“Que vai de graça pro presídio E para debaixo do plástico Que vai de graça pro subemprego E pros hospitais psiquiátricos” Por Julian Rodrigues* 61.619 pessoas foram assassinadas no Brasil em 2016. Um aumento de quase 5% em relação ao ano anterior, segundo os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A cada hora, sete […]


28 de outubro de 2017, 16h48

Julian Rodrigues: “Como enfrentar o fascismo em ascensão?”

Grupos autointitulados liberais combinam a defesa radical dos interesses do mercado com a propagação de ideias reacionárias, moralistas, misóginas, racistas, homofóbicas, transfóbicas, discriminatórias, anticomunistas.


14 de outubro de 2017, 11h56

Em tempos de retrocesso, movimento LGBT se rearticula para atuar no Congresso

Em Brasília, nos dias 2, 3 e 4 de outubro, uma forte articulação política, encabeçada pela Aliança Nacional LGBTI apontou os rumos da luta pelo reconhecimento da diversidade sexual e de gênero