#Monica Benicio

06 de outubro de 2018, 17h41

Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira (Che Guevara)

Bolsonaro é um criminoso; no mínimo, deveria responder por apologia ao crime. Trata-se de um psicopata extremamente perigoso. E eu não quero meu país sendo governado por uma pessoa que pregue o ódio, a violência, a intolerância. Ou seja, um fascista


14 de setembro de 2018, 13h28

“O mundo esquece tanto que nem sequer dá pela falta do que esqueceu”

Monica Benicio cita frase do escritor português José Saramago para relembrar os seis meses da execução da companheira Marielle Franco, até agora um crime sem solução


01 de setembro de 2018, 14h15

Mulher negra resiste

A ABL, composta por 40 membros efetivos e perpétuos que são, em sua maioria, homens e brancos, não reconheceu a relevância do trabalho de Conceição Evaristo


29 de agosto de 2018, 13h36

Dia da visibilidade lésbica: Não somos apenas números, somos pessoas

Ocupamos as ruas constantemente para dizer que nenhum passo atrás será dado no direito de amar livremente, pelo nosso direito de existir. Lésbicas resistem e existem


15 de agosto de 2018, 15h26

Resistência: força que se opõe à outra, que não cede à outra

Após cinco meses dos assassinatos de Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, ainda não foram anunciados autor e mandante dos crimes bárbaros. Mesmo com fortes evidências de crime político, com envolvimento de milícias do Rio de Janeiro, a Delegacia de Homicídios da Polícia Civil não conseguiu fechar o caso. Monica Benicio, arquiteta, militante pelos direitos humanos e companheira de Marielle por 14 anos, destaca a palavra “resistência” para revelar quais os seus sentimentos mais profundos durante esse tempo sem a companheira. Para marcar a data, Monica escreveu um artigo especialmente para a Fórum.


22 de junho de 2018, 19h04

Cem dias de resistência, para que nunca mais aconteça

Viúva de Marielle Franco afirma: “Nossa dor não nos paralisou, pelo contrário, ela nos faz todos os dias ter energia para seguir gritando que não nos calarão”