#Raphael Silva Fagundes

17 de outubro de 2018, 16h24

O voto em Bolsonaro é contra o PT, mas é, também, em favor de Temer

Todos acreditam que estão votando em Bolsonaro para se vingar do PT e dos petistas sem pensar nas consequências econômicas ou políticas. O importante é vencer quem foram ensinados a odiar


15 de outubro de 2018, 16h29

Dois monstros siameses (neoliberalismo e fundamentalismo)

Chegamos a um ponto de inflexão rumo a um conservadorismo ganancioso que pretende abrir as veias da América Latina com um maço de dinheiro em uma das mãos e na outra uma bíblia


13 de outubro de 2018, 14h52

O ódio ao pobre por trás do ódio às minorias

A classe média, grande representante do conservadorismo, acabou encontrando, de forma velada, uma maneira para odiar o pobre por tabela


09 de outubro de 2018, 15h35

Haddad precisa apresentar um modelo democrático de combate à corrupção

Uma medida para combater a corrupção (e que dificilmente será proposta pela direita) é a democracia direta. Grande parte da corrupção ocorre no processo de votação de leis no Congresso, onde são propostas questões que beneficiam empresas


08 de outubro de 2018, 12h48

O jogo político sombrio para eleger Bolsonaro

A lógica ilógica é a seguinte: cometer crimes para acabar com a criminalidade; criar mentiras para combater a mentira; usar a violência para combater a violência. É assim que se acabará com a corrupção e com a violência no país. A técnica é da Gestapo


05 de outubro de 2018, 19h52

Neste domingo, as elites convidam todos os trabalhadores a se enforcarem

Grande parte dos trabalhadores, microempreendedores e trabalhadores rurais da agricultura familiar estão sendo persuadidos a darem um tiro no pé em nome de uma prática que não vai acabar tão cedo em troca da perda de seus direitos e conquistas.


03 de outubro de 2018, 15h44

Como convencer os trabalhadores a votarem contra os direitos trabalhistas?

A forma encontrada pelas classes dominantes para convencer os trabalhadores a serem contrários aos direitos trabalhistas foi através do antipetismo. Essa ideologia criada pelo poder midiático e pela ascensão do fascismo atrai um número cada vez maior de trabalhadores a agirem contra eles mesmos


01 de outubro de 2018, 17h11

Do antipetismo ao antitrabalhismo: uma fábrica de monstros

A polarização entre Bolsonaro e PT é uma construção do PSDB para ocultar os interesses econômicos que há por trás de tudo isso


27 de setembro de 2018, 16h22

De Temer a Bolsonaro: a árvore genealógica dos vampiros tropicais

"Jair Bolsonaro é o novo vampiro que está ávido para aumentar o estoque de sangue alheio"


25 de setembro de 2018, 15h49

Se tiver dúvidas entre Haddad e Ciro, reflita sobre as vices dos candidatos

"A volta do PT ao governo criaria uma condição muito mais à esquerda, já que a vice também é de esquerda, completamente diferente de Temer, monstro que o PT erroneamente alimentou para manter a governabilidade"


23 de setembro de 2018, 17h31

Um Michelzinho de araque: a marionete que restou para os planos econômicos de Temer

"Haddad precisa deixar claro que seu plano econômico é o único oposto ao de Temer e que por causa disto houve o golpe. Que a escalada do fascismo, e a adesão dos empresários a ele, nada mais é do que a continuação do projeto de poder que colocou Temer no poder, mas que agora precisa de uma cara populista para funcionar"


19 de setembro de 2018, 17h38

O mito do pobre de direita e o eleitor de Bolsonaro

"A ignorância do eleitor que nunca foi simpático aos assuntos políticos em distinguir princípios éticos de princípios políticos o aproximou da perspectiva conservadora proposta pelo deputado do PSL"


17 de setembro de 2018, 17h34

Violência, Deus e irracionalidade: uma receita para se fazer um auditório estúpido

As pessoas estão muito mais apaixonadas pela estética da fala que pelo seu conteúdo. Esse auditório, que sofre com a violência urbana, não tem nenhuma visão do programa político de seu candidato


10 de setembro de 2018, 15h40

Não temos tempo para ter pena

Se rir de tudo é exagero, não ter pena seria adequado. E se não ter pena é se afastar da bondade, tudo não passa de um sintoma dos tempos sombrios que vivemos. Não ter pena da injustiça, da baixeza ética, nos tornaria realmente maus?


05 de setembro de 2018, 16h15

Para pensar o Sete de Setembro

Hoje, quase duzentos anos depois da Independência do Brasil, as classes dominantes que ainda possuem o domínio sobre os principais meios de comunicação, ainda buscam forjar uma narrativa dos acontecimentos que legitimam os seus feitos