Raphael Silva Fagundes

03 de outubro de 2018, 15h44

Como convencer os trabalhadores a votarem contra os direitos trabalhistas?

A forma encontrada pelas classes dominantes para convencer os trabalhadores a serem contrários aos direitos trabalhistas foi através do antipetismo. Essa ideologia criada pelo poder midiático e pela ascensão do fascismo atrai um número cada vez maior de trabalhadores a agirem contra eles mesmos


+ posts

23 de setembro de 2018, 17h31

Um Michelzinho de araque: a marionete que restou para os planos econômicos de Temer

"Haddad precisa deixar claro que seu plano econômico é o único oposto ao de Temer e que por causa disto houve o golpe. Que a escalada do fascismo, e a adesão dos empresários a ele, nada mais é do que a continuação do projeto de poder que colocou Temer no poder, mas que agora precisa de uma cara populista para funcionar"


19 de setembro de 2018, 17h38

O mito do pobre de direita e o eleitor de Bolsonaro

"A ignorância do eleitor que nunca foi simpático aos assuntos políticos em distinguir princípios éticos de princípios políticos o aproximou da perspectiva conservadora proposta pelo deputado do PSL"


17 de setembro de 2018, 17h34

Violência, Deus e irracionalidade: uma receita para se fazer um auditório estúpido

As pessoas estão muito mais apaixonadas pela estética da fala que pelo seu conteúdo. Esse auditório, que sofre com a violência urbana, não tem nenhuma visão do programa político de seu candidato


10 de setembro de 2018, 15h40

Não temos tempo para ter pena

Se rir de tudo é exagero, não ter pena seria adequado. E se não ter pena é se afastar da bondade, tudo não passa de um sintoma dos tempos sombrios que vivemos. Não ter pena da injustiça, da baixeza ética, nos tornaria realmente maus?


05 de setembro de 2018, 16h15

Para pensar o Sete de Setembro

Hoje, quase duzentos anos depois da Independência do Brasil, as classes dominantes que ainda possuem o domínio sobre os principais meios de comunicação, ainda buscam forjar uma narrativa dos acontecimentos que legitimam os seus feitos


03 de setembro de 2018, 18h44

O narcisista de direita

O narcisista de direita não se importa com museus ou galerias de arte e chama de mito um candidato que ignora a história de seu país


29 de agosto de 2018, 18h15

Como a escola forma bolsominions

A escola no Brasil sempre foi sem partido, incapaz de despertar o senso crítico, voltando-se apenas para a formação de indivíduos aptos para o trabalho e, sobretudo, acríticos à ideologia que fomenta todo esse processo


27 de agosto de 2018, 15h54

As elites do Vale do Silício e o socialismo burguês

"Há um interesse enorme no Brasil em reduzir a esquerda aos princípios morais e à algo que se parece com os Democratas nos EUA, rejeitando toda a história desse movimento político no país"


20 de agosto de 2018, 22h54

Do “rouba, mas faz” ao “não rouba, mas não faz”

A velha sentença usada para eleger políticos corruptos pode vir a ser mudada moralmente para eleger políticos sem propostas. O brasileiro acabou por se afogar nesse dilema maldito. Ou um político que faz as duas coisas; ou um que simplesmente nada faz


20 de agosto de 2018, 15h52

Os elementos nazistas no discurso político de Bolsonaro

Embora encontremos alguns pontos liberais genéricos, como a diminuição do tamanho do Estado e a proteção intransigente à democracia e à liberdade do cidadão, o programa político de Bolsonaro se destaca por não apresentar uma proposta prática para os problemas materiais do país, priorizando, tal como os neonazistas, os aspectos morais


13 de agosto de 2018, 14h57

Por que posso dizer “se você não gosta do aborto não aborte” e não “se você não gosta de armas não compre”?

Em novo artigo, Raphael Fagundes discorre sobre impacto social entre descriminalizar o aborto e o porte de armas, entre outras coisas