Imprensa livre e independente
14 de maio de 2019, 08h33

Com alto índice de exclusão digital, Damares lança programa para diminuir frequência de conexão

“Há um fenômeno, uma triste realidade entre algumas famílias brasileiras, que perdem o tempo que têm para estarem junto aos filhos para ficar de olho na tela do celular”, afirma Damares

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado no início de 2018, apontou que a cada 1% de aumento no acesso à internet há um crescimento adicional de até 0,19% do Produto Interno Bruto (PIB). Um mês depois, dados divulgados pelo IBGE apontaram que o Brasil ainda tinha 63,3 milhões de habitantes e 21 milhões de lares sem acesso ao serviço no fim de 2016. Mesmo assim, o ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos vai lançar em junho o Detox Brasil —programa que vai focar o uso consciente de tecnologias. O objetivo é conscientizar a população que...

Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado no início de 2018, apontou que a cada 1% de aumento no acesso à internet há um crescimento adicional de até 0,19% do Produto Interno Bruto (PIB).

Um mês depois, dados divulgados pelo IBGE apontaram que o Brasil ainda tinha 63,3 milhões de habitantes e 21 milhões de lares sem acesso ao serviço no fim de 2016.

Mesmo assim, o ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos vai lançar em junho o Detox Brasil —programa que vai focar o uso consciente de tecnologias.

O objetivo é conscientizar a população que consegue ter acesso à internet sobre a importância de diminuir a frequência de tempo em que se fica no celular e no computador.

“Há um fenômeno, uma triste realidade entre algumas famílias brasileiras, que perdem o tempo que têm para estarem junto aos filhos para ficar de olho na tela do celular. Esse vínculo acaba enfraquecido e, sem a referência da família, o jovem acaba em sofrimento”, diz a ministra Damares Alves.

Veja também:  Crônica de 26 de maio

Distante da realidade, o ministério de Damares se jacta do pioneirismo e afirma ser a primeira vez que um governo se envolve nesse tipo de causa e tece comparações com países desenvolvidos da Europa, onde praticamente toda a população é conectada.

Existem programas de uso consciente de aparelhos tecnológicos em países como França e Alemanha, mas desenvolvidos pela sociedade civil.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum