07 de dezembro de 2018, 14h35

Com dificuldades para dormir, Bolsonaro cancela agenda; médico diz que “é estafa”

Em meio a confusões causadas pelos filhos, presidente eleito reclamou de “sonolência, falta de energia e muito cansaço” e cancelou compromissos desta sexta-feira (7).

Agência Brasil

Em meio a confusões e polêmicas causadas pelos três filhos políticos, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), se queixou de dificuldades para dormir e, após ter consultados médicos, cancelou a agenda desta sexta-feira (7), quando iria a evento da Aeronáutica em Pirassununga (SP), na companhia do senador eleito, Major Olímpio – que protagonizou um bate boca com os parlamentares eleitos Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro no grupo de whatsapp do PSL.

“Achamos que é estafa. Ele estava com sintomas de quem estava estafado”, afirmou à Folha de S.Paulo o cardiologista Leandro Echenique, da equipe médica que atendeu o capitão.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Segundo ele, o presidente eleito se queixou de “sonolência, falta de energia e muito cansaço”. O cardiologista disse ter recomendado repouso, alimentação adequada e hidratação.

Depois de informações desencontradas sobre o destino de Bolsonaro, uma mensagem foi postada em sua conta do Twitter.

“Em razão da extensa rotina e agenda nos últimos dias e poucas horas de sono, em conversa com a equipe médica que me acompanha, recebi recomendação expressa de, no dia de hoje, repousar. Por este motivo, cancelamos a ida à Academia da Força Aérea e seguimos para o Rio de Janeiro.”

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais