Imprensa livre e independente
15 de agosto de 2018, 17h51

Com o apoio de milhares, candidatura de Lula é oficialmente registrada no TSE

A partir de agora, candidatura de Lula goza das mesmas prerrogativas de qualquer outra e só poderá ser impugnada após processo de análise e julgamento

Divulgação/PT
A candidatura do ex-presidente Lula à presidência da República foi oficialmente registrada por membros do PT, na tarde desta quarta-feira (15), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Pela primeira vez na história da democracia brasileira um registro de candidatura foi acompanhado por milhares de pessoas, que saíram de diferentes partes do país para garantir que a formalização da chapa fosse feita e para prestar apoio ao ex-presidente, que está preso em Curitiba desde abril. O próprio PT divulgou em suas redes sociais o protocolo que confirma o registro da candidatura de Lula. Conforme já anunciado, Fernando Haddad foi registrado...

A candidatura do ex-presidente Lula à presidência da República foi oficialmente registrada por membros do PT, na tarde desta quarta-feira (15), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Pela primeira vez na história da democracia brasileira um registro de candidatura foi acompanhado por milhares de pessoas, que saíram de diferentes partes do país para garantir que a formalização da chapa fosse feita e para prestar apoio ao ex-presidente, que está preso em Curitiba desde abril.

O próprio PT divulgou em suas redes sociais o protocolo que confirma o registro da candidatura de Lula. Conforme já anunciado, Fernando Haddad foi registrado como vice.

Com o registro formalizado, Lula é oficialmente candidato e só o deixa de ser depois que o Tribunal analisar eventuais recursos que podem ser impetrados para impedir sua candidatura. Mesmo com um julgamento que resulte na impugnação da candidatura, cabe recurso no STF.

A partir de agora, Fernando Haddad fará campanha pelo país em nome de Lula mas, em entrevista, garantiu que com o registro feito, seu partido lutará para que o próprio Lula participe dos debates. “O artigo 16 do Código Eleitoral é claríssimo: enquanto a candidatura estiver sob judice, goza das mesmas prerrogativas de outras candidaturas. De hoje em diante, se houver recursos contra a candidatura, Lula goza de todas as prerrogativas do Código Eleitoral até o julgamento final”, disse o ex-prefeito.

Veja também:  Daniel Filho chama governo de Jair Bolsonaro de “imbecilidade reinante”

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum