Imprensa livre e independente
21 de abril de 2019, 16h59

Comediante Vladimir Zelensky é eleito presidente da Ucrânia

Resultado oficial ainda não foi divulgado, mas pesquisas de boca de urna apontam que Zelenskiy, novato na política, terá 73% dos votos; o presidente em exercício, Petro Poroshenko, já assumiu a derrota.

O novo presidente da Ucrânia, Vladimir Zelenski (Divulgação)
Neste domingo (21) de Páscoa ucranianos foram às urnas e elegeram um novo presidente. De acordo com as primeiras pesquisas de boca de urna, o comediante Vladimir Zelenski já pode ser considerado eleito. Ele deverá obter em torno de 73% dos votos. O presidente em exercício, Petro Poroshenko, já assumiu a derrota. “Fizemos isto juntos. Obrigado a todos os ucranianos que votaram em mim e aos que não votaram também. Prometo que não vou fazer bagunça”, disse o comediante, que é novato na política, após as primeiras pesquisas. “Enquanto não sou formalmente presidente, como cidadão da Ucrânia, posso dizer a todos os...

Neste domingo (21) de Páscoa ucranianos foram às urnas e elegeram um novo presidente. De acordo com as primeiras pesquisas de boca de urna, o comediante Vladimir Zelenski já pode ser considerado eleito. Ele deverá obter em torno de 73% dos votos.

O presidente em exercício, Petro Poroshenko, já assumiu a derrota.

“Fizemos isto juntos. Obrigado a todos os ucranianos que votaram em mim e aos que não votaram também. Prometo que não vou fazer bagunça”, disse o comediante, que é novato na política, após as primeiras pesquisas.

“Enquanto não sou formalmente presidente, como cidadão da Ucrânia, posso dizer a todos os países pós união Soviética: “Olhem para nós. Tudo é possível”, completou Zelensky.

Aos 41 anos, Zelensky se elegeu com uma campanha baseada no discurso de combate à corrupção. Um dos países mais pobres entre aqueles que faziam parte da antiga União Soviética, a Ucrânia tem 45 milhões de habitantes.

*Com informações da Agência Brasil e da Deutsche Welle

Veja também:  Negociações na Noruega podem significar uma reviravolta do conflito na Venezuela

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum