ASSISTA
06 de Maio de 2018, 17h01

Como defender meritocracia quando o Brasil é o país que menos taxa herança?

A provocação é do economista irlandês Marc Morgan Milá, aluno do francês Thomas Piketty. Ele vem investigando dados sobre a concentração de renda no Brasil para definir um retrato mais apurado da desigualdade no país

O economista irlandês Marc Morgan Milá questiona: Como é possível defender a narrativa de meritocracia quando o Brasil é o país que menos taxa herança? Nos últimos anos, ele vem investigando dados sobre a concentração de renda no Brasil para definir um retrato mais apurado da desigualdade no país.

“Se você ganhar uma fortuna de seus pais e essa fortuna é pouco taxada, como no Brasil, você já começa com mais vantagens na sociedade. Como falar de meritocracia? O que há é a persistência da desigualdade através de gerações”, diz ele, em entrevista à BBC, durante o Brazil Forum UK, evento organizado por estudantes brasileiros na Inglaterra.

Continue lendo no Brasil 247.