Coordenador de campanha de Alckmin defende Meirelles como vice do tucano
02 de julho de 2018, 10h38

Coordenador de campanha de Alckmin defende Meirelles como vice do tucano

Marconi Perillo chegou a comparar essa composição à escolha de José Alencar como vice de Lula na campanha de 2002

O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo, coordenador político da pré-campanha presidencial de Geraldo Alckmin (PSDB), sugeriu a investidores em um encontro organizado pela corretora XP Investimentos, em São Paulo, nesta segunda-feira (2), o nome de Henrique Meirelles (MDB) como candidato a vice na chapa tucana.

“O momento, agora, é de um líder democrático como Alckmin, mais as lideranças políticas e um expressivo representante de mercado com vivência e experiência política, como é Henrique Meirelles”, afirmou Perillo, segundo relato de um participante da reunião.

Parte da cúpula do PSDB resiste a uma aproximação com o MDB, de Michel Temer, por conta da sua baixa popularidade, mas Perillo é defensor de uma aliança de Alckmin com o partido para a eleição.

Perillo chegou a comparar essa composição à escolha de José Alencar (então no PL) como vice de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na campanha de 2002.

“Este é o momento de resgatar o exemplo de 2002, quando o PT de Lula buscou o empresário e empreendedor José Alencar para acalmar os ânimos do mercado e comandar um voo seguro para uma rota de desenvolvimento que durou até 2010”, afirmou.

Com informações da Folha