Imprensa livre e independente
28 de agosto de 2018, 20h03

Crise migratória: Temer decreta uso das Forças Armadas em Roraima

A medida vem dez dias após o ataque de um grupo de brasileiros contra um acampamento de imigrantes venezuelanos em Pacaraima (RR)

Foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil
O presidente Michel Temer baixou nesta terça-feira (28) o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que autoriza o uso das Forças Armadas em Roraima para reforçar a segurança no estado. O emedebista anunciou a medida em um pronunciamento no Palácio do Planalto acompanhado de Joaquim Silva e Luna, ministro da Defesa. O decreto vem dez dias depois o ataque de um grupo de brasileiros contra um acampamento de imigrantes venezuelanos na cidade de Pacaraima. Leia também Anistia Internacional repudia ataques contra venezuelanos em Roraima De acordo com Temer, o objetivo do decreto é oferecer segurança aos brasileiros...

O presidente Michel Temer baixou nesta terça-feira (28) o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que autoriza o uso das Forças Armadas em Roraima para reforçar a segurança no estado. O emedebista anunciou a medida em um pronunciamento no Palácio do Planalto acompanhado de Joaquim Silva e Luna, ministro da Defesa.

O decreto vem dez dias depois o ataque de um grupo de brasileiros contra um acampamento de imigrantes venezuelanos na cidade de Pacaraima.

Leia também
Anistia Internacional repudia ataques contra venezuelanos em Roraima

De acordo com Temer, o objetivo do decreto é oferecer segurança aos brasileiros e também aos imigrantes venezuelanos que buscam apoio no Brasil.

A fronteira de Roraima e Venezuela é uma das áreas mais sensíveis do país e principal porta de entrada de imigrantes no território brasileiro.

*Com Agência Brasil

Veja também:  Padre dedica missa de Nossa Senhora Auxiliadora, lembrada em situações desastrosas, a Bolsonaro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum