Imprensa livre e independente
16 de setembro de 2016, 10h10

Cunha é xingado de ‘ladrão’ e ‘safado’ no aeroporto de Brasília

Ex-deputado foi hostilizado por um grupo de pessoas quando embarcava para o Rio de Janeiro; assista ao vídeo.

Ex-deputado foi hostilizado por um grupo de pessoas quando embarcava para o Rio de Janeiro; assista ao vídeo Por Redação O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi hostilizado ontem (15) no aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, quando embarcava para o Rio de Janeiro. Ele foi reconhecido por outros passageiros, que o chamaram de “ladrão”, “safado” e “golpista”. Um grupo de pessoas que acompanhou o trajeto do político gritou, em coro, “Fora, Cunha”. O peemedebista teve o mandato cassado na última segunda-feira, acusado de ter mentido sobre a existência de contas na Suíça em seu nome, durante a Comissão Parlamentar de...

Ex-deputado foi hostilizado por um grupo de pessoas quando embarcava para o Rio de Janeiro; assista ao vídeo

Por Redação

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi hostilizado ontem (15) no aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, quando embarcava para o Rio de Janeiro. Ele foi reconhecido por outros passageiros, que o chamaram de “ladrão”, “safado” e “golpista”. Um grupo de pessoas que acompanhou o trajeto do político gritou, em coro, “Fora, Cunha”.

O peemedebista teve o mandato cassado na última segunda-feira, acusado de ter mentido sobre a existência de contas na Suíça em seu nome, durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigava crimes contra a Petrobras. O resultado da votação na Câmara dos Deputados terminou em 450 votos a 10, decidindo pela perda de mandato.

Veja também:  Guedes: Bolsonaro sente-se "agredido quando presidente do BNDES coloca na diretoria nomes ligados ao PT"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum